Saúde

Apenas 64,97% das crianças foram imunizadas contra pólio

Apenas 64,97% das crianças foram imunizadas contra a poliomielite de janeiro a maio deste na Paraíba. Esse percentual está muito abaixo do estabelecido como meta pelo Ministério da Saúde (MS) que é de 95%. Diante do surto da doença na Venezuela, que faz fronteira com o Brasil, os órgãos de saúde estão alerta para evitar o risco de reintrodução da Pólio no país. A preocupação cresce pelo aumento do fluxo de refugiados pelas fronteiras brasileiras, em especial nos estados do Norte. O último caso registrado da doença foi em 1989, no município de Sousa, na Paraíba. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou uma nota pública destinada aos médicos, à população e ao Governo, na última quarta-feira (13), com um alerta para a necessidade de atenção redobrada em relação à poliomielite. Em 2017, a cobertura foi de 81,61%, também abaixo da meta estabelecida.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a cobertura vacinal é calculada considerando a última dose do esquema vacinal (3ª dose de VIP). Diante do cenário epidemiológico vivenciado pela Venezuela e das coberturas vacinais apresentadas pelos municípios paraibanos, o órgão repassou o alerta para a área técnica. Nos últimos cinco anos houve uma redução do número de imunizações conforme dados do Ministério da Saúde. “Diante da erradicação de algumas doenças, a tendência da população é esquecer a gravidade e a capacidade de provocar sequelas em determinadas doenças, isso faz com que as pessoas não deem tanta importância a mais importante forma de prevenção”, afirmou a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga.

Portal Correio

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios