Destaques

Aprovada assistência psicológica às mulheres mastectomizadas

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou o Projeto de Lei 2.743/2021, do deputado Jutay Meneses, que dispõe sobre a disponibilização de assistência psicológica às mulheres mastectomizadas na Paraíba. De acordo com o projeto, o auxílio deverá ser realizado de acordo com o quadro clínico de cada paciente, cabendo aos profissionais de saúde definir as técnicas a serem adotadas no tratamento, bem como o número de sessões a serem ministradas.
 
O deputado Jutay Meneses argumenta que entre as complicações mais comuns enfrentadas pelas pacientes após a mastectomia estão o desenvolvimento de profunda tristeza; isolamento social; ausência de autoestima e sensação de deformação física pela perda de um membro do seu corpo. “Tais consequências, se tratadas adequadamente, podem evitar que o problema, uma vez instalado, evolua para o quadro mais grave. Tão importante quanto a cirurgia, a intervenção psicológica na pós-mastectomia é essencial”, justificou o deputado autor.
 
A deputada Paula alertou que quando uma mulher é mastectomizada ela se sente mutilada e rejeitada no âmbito social e também em sua casa, já que, de acordo com a parlamentar, inúmeros estudos apontam elevado número de divórcios após o procedimento de retirada da mama. “Existe uma rejeição, existe preconceito nos relacionamentos, e o mais grave, a reconstituição mamária ainda não está sendo permitida pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, declarou a deputada.
 
Ainda em defesa dos direitos das paraibanas, os deputados também aprovaram a criação do Dia Estadual da Participação da Mulher na Política. O PL 2.562/2021, apresentado pela deputada Pollyanna Dutra, defende a promoção de cursos de formação e conscientização em escolas, universidades e órgãos públicos, sobre a importância da participação da mulher na política.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios