HOME_______________________________________________

Aprovado pedido Couto para debater pesquisa

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara Federal aprovou pedido do deputado Luiz Couto (PT-PB) para que seja realizada audiência pública, em data a ser marcada, com a finalidade de debater o levantamento sobre estupro feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e a campanha de combate à violência contra mulher criada pela jornalista Nana Queiroz.

No último dia 30, o programa Fantástico pautou  a reação à constatação de que a maior parte dos brasileiros acredita que as mulheres sofrem abusos sexuais porque se vestem de forma inadequada.

Na pesquisa, 61,5% dos entrevistados disseram que as mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas e 58,5% afirmaram que se as mulheres soubessem se comportar haveria menos estupros. Detalhe: as mulheres foram mais da metade dos entrevistados.

Rápido, milhares de pessoas – mulheres, homens, famílias inteiras – se mobilizaram e aderiram ao pedido de dar um basta à violência sexual. E, com a mesma força, vieram respostas que a jornalista não imaginou: ofensas e até ameaças.

Para Luiz Couto, é importante que se faça o debate porque tem ocorrido casos de estupro no Brasil inteiro, de menor e maior gravidade, além de ameaças frequentes nas redes sociais. “Portanto, faz-se necessário que haja discussão ampla e democrática dando valia ao tema que tanto tem sido alvo e repreensões”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^