Política

Aulas presenciais: vereador demonstra preocupação com aumento de casos de Covid

A retomada das aulas presencias na rede municipal de ensino da Capital trouxe algumas preocupações ao vereador Milanez Neto (PV). Além da possibilidade de aumento de casos de Covid-19, o parlamentar alertou para a necessidade de que sejam observados os prejuízos psicológicos e pedagógicos dos alunos, depois de tantos meses de aulas remotas. O pronunciamento ocorreu na sessão ordinária da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), desta terça-feira (24).

“Semana passada, eu comecei a fazer visitas a todas as escolas do município, preocupado com a retomada das aulas. Fortaleza retomou as aulas e na semana seguinte teve que voltar atrás na decisão. O Rio de Janeiro retomou as aulas e também teve o mesmo problema. Não é por comodismo, ou porque não se quer trabalhar. É porque estamos lidando com algo ainda difícil de se compreender e de saber como tratar”, ponderou Milanez Neto.

De acordo com o parlamentar, enquanto ainda se está aplicando a primeira ou segunda doses da vacina no país, já se fala em necessidade de uma terceira dose. “O ministro da Saúde já afirmou, na semana passada, que é uma realidade a necessidade de uma terceira dose. Então, precisamos ter muita precaução. Eu nunca vi, em canto algum do mundo, uma vacina criada em 12 meses. Estamos construindo paliativos, mas, cientificamente não podemos defender a eficácia completa das vacinas”, afirmou.

Além da preocupação com um possível aumento de número de casos de Covid, Milanez Neto alertou para a necessidade de se observar os prejuízos psicológicos e pedagógicos dos alunos. “Tenham certeza de que, depois de 20 meses de aulas remotas, muitos alunos não vão saber escrever. Minha preocupação é que a gente não tenha alunos passando de ano sem essa capacidade. É melhor perder um ano do que, quando chegar lá na frente, ver que aquele ano que não foi refeito não terá mais como ser corrigido, e ter uma deficiência permanente na educação do aluno”, defendeu o vereador.

Milanez Neto sugeriu que a Frente Parlamentar da Educação acompanhe de perto a retomada das aulas. “É importante a gente acompanhar isso com muito cuidado, zelo e responsabilidade, para que não estejamos alfabetizando alunos que na verdade não estejam alfabetizados”, alertou.

A vereadora Eliza Virgínia (Progressistas), presidente da Frente Parlamentar da Educação, informou que já estão sendo realizadas visitas e reuniões nesse sentido, e defendeu o retorno das aulas presenciais. “Infelizmente, por mais que a gente possa considerar o ensino remoto, a eficácia desse ensino não está sendo comprovada, o nível de aprendizado está baixíssimo. É necessário a volta às aulas presencias”, argumentou a parlamentar.

“Eu concordo com Vossa Excelência. Apenas me preocupo para que não aconteça o que se deu em Fortaleza e no Rio de Janeiro. Não estou dizendo que não seja importante o retorno das aulas, mas entre ganhar um ano ou a vida, eu fico com a vida, porque ela não tem preço e não tem volta. Os dois anos que porventura possam ter sido perdidos podem ser recuperados com a vida. Mas, sem a vida, não se recupera absolutamente nada”, concluiu Milanez Neto.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios