Saúde promove semana de ações para o Dia da Luta Antimanicomial

0

Na próxima quinta-feira, 18 de maio, é celebrado o Dia Mundial da Luta Antimanicomial. Em Campina Grande, a Secretaria de Saúde realizará uma vasta programação durante toda a semana em alusão à data. Nesta segunda-feira, 15, estão sendo realizadas panfletagens em vários bairros da cidade, com folderes sobre os serviços existentes da Rede de Saúde Mental de Campina Grande.

Na terça-feira, 16, serão realizadas rodas de conversas em cada serviço, para discutir os avanços no acompanhamento dos pacientes com os próprios usuários, familiares, trabalhadores, integrantes de movimentos sociais. Na quarta-feira, 17, haverá apresentações, pela manhã e à tarde, do grupo de música dos usuários dos serviços na Praça da Bandeira.

Na quinta-feira, 18, Dia da Luta Antimanicomial, a programação será realizada no Parque da Liberdade, local onde antes existia o Hospital Psiquiátrico João Ribeiro. Será realizado um aulão de zumba, apresentação musical e exposição dos trabalhos artesanais, confeccionados pelos usuários da Rede. Na sexta-feira, 19, fechando as atividades, haverá a tradicional Caminhada pela Luta Antimanicomial, saindo do Parque da Liberdade às 8h.

A Rede de Saúde Mental de Campina Grande dispõe de oito CAPS e seis Residências Terapêuticas, além de um Centro de Convivência, onde são desenvolvidas atividades como apresentações musicais e de dança e a fabricação das peças artesanais, que são comercializadas em um chalé na Vila do Artesão. No total, são realizados quase 7 mil procedimentos todos os meses. No primeiro quadrimestre de 2017 foram quase 25 mil procedimentos.

A nova política de saúde mental do Ministério da Saúde prevê o fim dos manicômios e a instalação de leitos de emergência psiquiátrica, dentro dos hospitais gerais. Campina Grande foi a primeira cidade da Paraíba a seguir a recomendação, implantando 20 leitos em 2013 no Hospital Municipal Dr. Edgley Maciel.

Além disso, o Caps AD III, que foi aberto pela atual gestão e que atende crianças e adolescentes usuários de crack, álcool e outras drogas, recebeu a qualificação do Ministério da Saúde pelos serviços prestados e mais recursos foram disponibilizados para os atendimentos na unidade.

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

^ ^^ ^