HOME_______________________________________________

Professor Vaninho alerta para o atraso na Transposição

O vereador professor Vaninho Aragão (DEM/PB), de Campina Grande, neste dia do agricultor comemorando domingo, chama a atenção do Governo Federal para o atraso no Projeto da Transposição do Rio São Francisco e os problemas graves dos  agricultores do Nordeste, e em particular da Paraíba que estão sofrendo como os demais segmentos da sociedade com a seca que tem castigado a todos.

Disse que o Governo Federal deve adotar as medidas necessárias urgentes para ajudar os agricultores, e concluir de uma vez por todas o projeto da transposição do Rio São Francisco, e não ficar adiando indefinidamente esse benefício que irá resolver de uma vez por todas com a falta de água para mais de 12 milhões de pessoas.

Segundo ele, é de fundamental importância que o povo cobre do Governo central as medidas necessárias para beneficiar os agricultores, que pouco tem a comemorar neste seu dia.

Os problemas dos agricultores

Do site semeandoinformacao.blogspot.com.br colhemos os seguintes dados de interesse da sociedade para a sua análise a respeito da importância dos agricultores:

Nesses 40 anos a população mundial dobrou, mas as terras destinadas a agricultura não. Portanto, a cada vez mais pessoas vivendo, com a mesma quantidade de terras para produzir alimentos. Com a população mundial crescendo, o que faremos para alimentar todas essas pessoas, se a área de produção não aumenta? A resposta é fácil, produzir mais em menos área. Nos últimos 35 anos o Brasil passou de um importador para um dos maiores exportadores de alimentos, isso utilizando para a produção de alimentos apenas 9% da sua área total. Entre os anos de 1976 e 2010, a área de plantada de grãos e oleaginosas no Brasil aumentou 27%, enquanto que a população do país aumentou 213%.

Nesse período ouve um aumento de produtividade por hectare. Por exemplo, foram produzidos 3,51 vezes mais arroz, 3,04 vezes mais milho, 2,18 vezes mais feijão, 1,90 vezes mais soja e 2,92 vezes mais trigo. Nos últimos anos a Agricultura Familiar também evoluiu. Entre 1980 e 2005 a produtividade de hortaliças aumentou de 10,9 para 22,5 toneladas por hectare.

O Agronegócio no Brasil é responsável pelo superávit na Balança Comercial e por ¼ do PIB Brasileiro, gera um de cada 3 empregos. Nós Agricultores somos pessoas surpreendentes, pois precisamos ser ao mesmo tempo, agrônomos, conservacionistas, economistas, meteorologistas, administradores e principalmente otimistas. Também nos últimos anos aumentamos a produção de cana de açúcar de 89 para 696 milhões de toneladas, para a produção de etanol. Isso em menos de 1% do nosso território.

Pensemos então, toda essa produtividade não estará esgotando nosso solo? A inovação nos últimos anos na produção, também evoluíram na questão de preservação e conservação do solo. Um exemplo é o uso do plantio direto, para evitar a erosão. Os agricultores precisam ter várias coisas na mente. Preocupação com o tempo, mudanças climáticas, taxa de câmbio, de juros, impostos, pragas, doenças, prazos, e mesmo assim conseguimos ser competitivos e produzir cada vez mais com menor custo. Para se ter sucesso na agricultura, mil coisas precisam dar certo me um conjunto. Fatores que não se pode ter controle, como climáticos e também fatores que dependem do produtor, como plantio na hora certa, com adubação certa e venda na hora correta. Mas basta uma dessas coisas falhar, que tudo está comprometido. Em 10 anos, a demanda mundial por alimentos irá crescer 20%, e o Brasil irá atender 40% desta demanda. O Agricultor brasileiro pode ajudar a alimentar o mundo.

Agora pense em um mundo sem agricultores, pense na sua vida sem agricultores. Será que alguém ainda acha que o alimento nasce no supermercado, que o leite sai da caixinha? Hoje há 6,8 bilhões de pessoas no mundo, em 2050 haverá 9,3 bilhões de pessoas para serem alimentadas. Para suprir essa necessidade os agricultores terão que produzir de 2010 até 2050 uma quantidade de alimentos semelhante a tudo que já produziram desde o surgimento da agricultura (em 10000 a. C.), isso é uma quantidade enorme de comida.

Da próxima vez eu encontrar um agricultor experimente dizer: obrigado! Lembre-se do que você leu aqui, dos dados apresentados. Sem o agricultor, você não teria alimento. Agricultura, se você não vive dela, depende dela para viver.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^