Destaques

Digital: 84,7% dos órgãos do MPPB estão no MPVirtual

Mais de 84% dos órgãos do Ministério Público da Paraíba já criam e movimentam seus procedimentos administrativos, judiciais e extrajudiciais no MPVirtual. A meta é atingir os 100% até o próximo mês de outubro. A previsão foi ratificada pelo Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação (Cometi), em reunião realizada na sala de sessões da Procuradoria-Geral de Justiça, em João Pessoa.

A reunião foi conduzida pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, com a participação do subprocurador-geral, Alcides Orlando de Moura Jansen, e dos promotores Rodrigo Pires de Sá, Rodrigo Marques da Nóbrega, Eduardo de Freitas Torres e Hebert Vitório Serafim de Carvalho, além dos servidores da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), que integram o Cometi: Uirá Alencar, Bruno Coitinho, Felipe Sette e Daniel Falcão.

De acordo com o diretor de Tecnologia da Informação, Uirá Alencar, este ano, foi concluída a virtualização da área administrativa. Agora, há um esforço concentrado para virtualizar os procedimentos judiciais e extrajudiciais. O trabalho de implantação do MPVirtual inclui o treinamento dos servidores das promotorias (através de vídeo-aulas e acesso a uma plataforma de testes), a configuração do sistema para atender às novas demandas, treinamento presencial na sede do MP e a fase de produção propriamente dita, que é o cadastro e movimentação dos processos das unidades recém-virtualizadas.

90% das cumulativas

Durante a reunião, foram detalhadas as atividades da Ditec, em relação à implantação do MPVirtual, que segue um cronograma pré-estabelecido e deve ser fechado em outubro. Já foram virtualizadas 90% das promotorias cumulativas (no interior do Estado) e, este mês, esse percentual deve atingir os 96%, ficando faltando apenas as promotorias de Princesa Isabel, Queimadas e São João do Rio do Peixe.

O procurador-geral, Francisco Seráphico, observou que o trabalho ganhou fôlego nos últimos meses, porque foi eleito como prioridade para o setor, saindo de 40% para 90% de virtualização das promotorias cumulativas. Já a virtualização das promotorias especializadas também já foi iniciada, restando 10 unidades em João Pessoa e Campina Grande, além das promotorias cíveis e criminais.

Hoje, o MPVirtual já atende mais de 700 usuários e sem prejuízo ao sistema. “Mesmo com mais usuários, não se verifica lentidão no sistema, porque foram feitos, nos meses de janeiro e fevereiro, trabalhos específicos de escalabilidade e disponibilidade para manter o sistema estável”, explicou Uirá Alencar.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios