HOME_______________________________________________

Estado realiza seminário sobre racismo contra mulheres negras

Os casos de racismo e violência contra mulheres negras na Paraíba são os temas de discussão no Seminário Estadual “Mulheres Negras na Agenda Pública”, que será realizado nesta terça-feira (19), no auditório da PBTur, em João Pessoa. A promoção é da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial e Conselho Estadual dos Direitos da Mulher.

Segundo a secretária de Estado, Gilberta Soares, o encontro reunirá especialistas na área de gênero e tem o objetivo de estimular a reflexão e o diálogo sobre o racismo como condicionante das desigualdades que afetam as mulheres negras. “Nosso objetivo é mostrar os desafios e identificar as perspectivas de superação das desigualdades em interlocução com as políticas públicas”, disse Gilberta Soares.

A programação será aberta às 14h, com a participação da presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e conselheira, Verônica Lourenço; da coordenadora executiva da ONG Bamidelê, Terlúcia Silva; da presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial, Renilda Bezerra de Albuquerque, além de Socorro Pimentel, coordenadoria municipal de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial de João Pessoa.

A diretora da Bamidelê, professora Ivonildes da Silva Fonseca, fará palestra sobre “Gênero e Racismo produzindo desigualdades: desafios e perspectivas”. Depois, haverá mesa redonda sobre “A Mulher Negra na Agenda Pública: Participação e Espaços de Poder”, com a vereadora do Quilombo Domingos Ferreira, Socorro Lima, do município de Tavares; Suzany Silva, articuladora do Plano Juventude Viva na Paraíba e Rio Grande do Norte: Ivanilda Gentle, assessora de Programas Governamentais da Secretaria de Estado da Ação Penitenciária e Paula Fracinete, Bióloga pela UFPB, ambientalista e ex-vereadora.
ascom

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^