Política

Ivonete insiste que não foram criados novos cargos de assessores

A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), disse que não houve criação de novos cargos de assessoria na Casa de Félix Araújo,

Segundo Ivonete, as leis apenas regulamentam os cargos já existentes e limitam a quantidade de assessores por gabinete, bem como estabelecem critérios sobre a admissão de pessoal para assessoramento por tempo determinado, sendo estas uma determinação do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

– Nós não criamos na Câmara nenhum cargo, apenas regulamentamos e limitamos o número de funcionários. O que existia era uma situação de número de funcionários. O que o Tribunal de Contas exigiu foi que houvesse uma regulamentação na questão financeira e de número de pessoal. Quando se diz até 12 auxiliares, não significa que existam 12 [para cada parlamentar], significa que não pode ultrapassar 12. Houve uma leitura maldosa e nas redes sociais houve um movimento político e preconceituoso de que a Câmara estava criando cargos. Quem souber ler e escrever pode ir todos os dias no site da Câmara e no do Sagres olhar a relação de nomes, de salários e de cargos – explanou.

Ivonete frisou que qualquer contratação de assessoria é por tempo determinado, compreendendo o mandato do parlamentar em exercício.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios