Secretaria faz ação conjunta para mapeamento em áreas de risco

0

A Secretaria de Assistência Social de Campina Grande (Semas), em ação conjunta com a Secretaria de Planejamento (Seplan), Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) e Defesa Civil partiram em visita a diversas localidades da cidade para o mapeamento de áreas de risco, para que em parceria com as demais secretarias seja possível a elaboração de práticas que possam amenizar ou sanar os problemas identificados.

Durante a visita de identificação de áreas de risco foram visitados os bairros: Novo Cruzeiro, Catolé, Bairro das Cidades, Três irmãs, Distrito dos Mecânicos e Catingueira. A Semas colocou à disposição os coordenadores dos CRAS das regiões, para que pudessem identificar pessoas em situação de risco social, fazendo assim, que após esse levantamento possam ser tomadas as medidas cabíveis para a amenização dos problemas que foram observados.

Essa vistoria também teve o intuito preventivo, na busca de evitar maiores transtornos e colocação de vidas em risco em períodos chuvosos, onde há um maior número de ocorrências. A identificação e mapeamento também permite que exista um maior controle sobre essas áreas, fazendo com que os casos mais graves possam ser encaminhados para os programas de habitação do Município, a exemplo do complexo Aluízio Campos, que já é o maior conjunto habitacional em construção do país e vai permitir que milhares de famílias possam ter uma moradia digna.

Para diretora da Rede de Proteção Básica da Semas, Joelma Nascimento, esse mapeamento é de suma importância para que essas famílias que foram observadas possam ter uma nova perspectiva. “Esse mapeamento é muito importante pois através dele, podemos identificar, verificar o cadastro dessas famílias e assim documentar as suas necessidades para que possam ser colocadas como prioridade nos programas de habitação do município.” Destacou Joelma.

Já foi possível identificar máquinas retroescavadeiras trabalhando na limpeza de canais, retirando lixos e terra para facilitar a sua funcionalidade e evitar inundações nessas áreas. O coordenador da Defesa Civil, Ruiter Sansão destacou o próximo passo, após a atividade realizada nesta manhã. “O nosso próximo passo após as visitas realizadas hoje, é colocar em prática o Plano Municipal de redução de riscos de desastre. “ Finalizou.

O sistema Defesa Civil feito em pareceria com a Semas, Seplan e Sesuma ainda fará novas atividades como essa ainda neste mês de abril, buscando reduzir e prevenir danos as famílias que se encontram em situação de risco social.

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

^ ^^ ^