Volume de Boqueirão tem crescido

As fortes chuvas caídas em cidades do Cariri do Estado, e a principalmente na cabeceira dos rios Paraíba e Taperoá, elevaram o nível de água armazenada no açude Epitácio Pessoa em Boqueirão.

Em uma semana, o volume do açude que abastece Campina Grande e mais 18 cidades do Compartimento da Borborema, subiu 140 milímetros, segundo a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa).

Em metros cúbicos (m³), o açude, pulou de 42,48 mil m³, na terça-feira (6) para quase 42,64 mil m³, nesta terça (12). Segundo levantamento Aesa, somente no mês passado o ganho foi 2.556.125 m³. O reservatório está com 10,35% da capacidade máxima (42.326.032 m³).

De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva, desde o encontro das águas do rio São Francisco com o açude Epitácio Pessoa, em abril do ano passado, o aporte foi de mais de 30 milhões de metros cúbicos.

“O nível vem subindo gradativamente graças ao Velho Chico e ao trabalho que vem sendo feito pelo Governo do Estado. Estamos em contato com o Ministério da Integração Nacional e com a Agência Nacional das Águas para garantir uma boa vazão. Além disso intensificamos a fiscalização no curso do rio Paraíba”, informou.

O coordenador da Defesa Civil de Campina Grande, Ruiter Sansão, manifestou preocupação com o barramento do Açude Epitácio Pessoa, após as últimas chuvas na região.

– Nosso Epitácio Pessoa foi construído para rios secos. Agora além da chuvas que virão, temos a água perene por conta das águas da transposição. Procuraremos o setor de engenharia civil da Universidade Federal de Campina Grande para desenvolver estudos e estaremos informando à Secretaria Nacional de Defesa Civil para que desenvolva o plano de contingência para região de Boqueirão, aquelas famílias ribeirinhas ali porque nós não temos a certeza da segurança do barramento do Epitácio Pessoa para período de chuva- concluiu.

Severino Lopes
PB Agora

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^