Manchetes

Missão brasileira no Haiti mantém assistência aos afetados pelo terremoto

No 7° dia de ajuda humanitária, a atuação da Força Tarefa no Haiti alocou as equipes em locais de maior destruição, onde se depararam com estruturas danificadas que ameaçavam a segurança das crianças na região, corte de árvore em risco de queda sobre residência e avaliação de estruturas pelo engenheiro da equipe.

Uma das missões foi o reconhecimento em um estádio de futebol utilizado como moradia temporária para os desabrigados do terremoto: na oportunidade foi feita uma visita nas instalações do Médico sem Fronteiras, que já vem atuando na região. 

Outro destaque foi o início das capacitações à equipe da Defesa Civil de Les Cayes na instalação, uso e manuseio dos aparelhos purificadores de água, que serão doados à comunidade local após a missão humanitária brasileira.

Terremoto no Haiti

O Brasil manifestou solidariedade ao povo haitiano depois do terremoto que atingiu o país no último dia 14. O número de mortes ultrapassou 2 mil e foram centenas de feridos. Logo depois do terremoto de magnitude de 7,2, um ciclone tropical também atingiu o país, dificultando as buscas por sobreviventes.

Em nota, o Governo Federal reafirmou o firme compromisso com a continuidade da ajuda humanitária prestada àquele país.

O Ministério das Relações Exteriores está acompanhando a situação por meio da Embaixada em Porto Príncipe para dar toda a assistência aos brasileiros que lá residem.

Segundo o Itamaraty, a comunidade brasileira no Haiti é estimada em 50 pessoas, a maioria de religiosos.

Para qualquer informação, os telefones de plantão da Embaixada brasileira em Porto Príncipe é +509 31629513. No Brasil, a Divisão de Assistência Consular do MRE também está aberta para informações e esclarecimentos a familiares de brasileiros no Haiti. O telefone é +55 61 8197-2284.

Com informações do Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios