DestaquesManchetes

MPF apresenta relatório do Fórum Metropolitano de Prevenção à Violência

Em visita institucional ao procurador-geral de Justiça do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Bertrand de Araújo Asfora, o procurador da República na Paraíba José Godoy Bezerra de Souza apresentou um relatório acerca das atividades desenvolvidas nos últimos 15 meses pelo Fórum Metropolitano de Discussão e Diálogo de Prevenção e Monitoramento da Violência em João Pessoa, da qual o MPPB é integrante.

“O objetivo dessa visita foi o de passar para o procurador-geral Bertrand Asfora um relato do que vem sendo feito e discutido dentro do Fórum”, disse o procurador José Godoy, informando: “Passei para ele as ações de cada um dos Grupos de Trabalho (GTs) – num total de oito –, para que a gente discuta os próximos passos”.

O procurador da República lembrou que na semana passada esteve numa visita semelhante ao secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social. Cláudio Coelho Lima. “A partir de agora é fazermos uma reunião com todo o grupo para analisarmos o que foi feito até agora”, complementou José Godoy

O Fórum Metropolitano de Discussão e Diálogo de Prevenção e Monitoramento da Violência em João Pessoa foi lançado no dia 19 de novembro de 2015, no auditório da sede do Ministério Público da Paraíba, em João Pessoa. Coordenado pelo Ministério Público Federal (MPF), o Fórum trata a violência sob uma perspectiva mais ampla, além dos dados e indicadores, para que seja objeto de uma discussão qualificada, com um maior número de atores que representam as instituições e os segmentos interessados.

O Fórum ainda tem como objetivos abordar a violência de uma forma integrada pelas instituições e pela sociedade, sem a fragmentação usual que caracteriza as instituições; a questão do racismo institucional e a vitimização maior de negros e jovens; e a necessidade de superação da cultura da violência e criação e incentivo a uma cultura de paz.

O Fórum é composto por diversos órgãos e entidades, como o próprio MPF; o Ministério Público da Paraíba; secretarias estaduais de Segurança e Defesa Social, Mulher e Diversidade Humana e da Juventude da Paraíba; Secretaria de Segurança e Cidadania e Desenvolvimento Social do Município de João Pessoa; Polícias Federal, Militar e Civil; Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Defensoria Pública da União, Fórum Juventude Negra e o Centro de Defesa dos Direitos Humanos Dom Oscar Homero.
MPF

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios