Campina e 18 municípios estão preocupados com a vazão em Boqueirão

O vice-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Márcio Melo Rodrigues (PSDC), disse que Campina Grande e 18 municípios estão preocupados com a baixa vazão da água da Transposição do Rio São Francisco que está entrando no Açude de Boqueirão.

O parlamentar responsabiliza “o governador Ricardo Coutinho pela pressa em agir apenas com politicagem com um problema da mais alta seriedade, somente com o objetivo de aparecer junto ao ex-presidente Lula, mas sem se atentar para a gravidade do quadro. Ele não levou em conta os números que apresentam o Açude de Boqueirão e a pouca água que tem chegado ao local”.

“A população de cerca de 800 mil habitantes corre sérios riscos de ser penalizada e é preciso tomar uma atitude séria, antes que o pior venha a acontecer”, acentua.

Márcio lembra que o Ministério da Integração Nacional recomendou a continuidade do racionamento de água para o sistema que abastece Campina Grande. O secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério, Antônio de Pádua Andrade, disse que a segurança hídrica da região só será alcançada quando o açude Epitácio Pessoa atingir 97 milhões de metros cúbicos de água.

O vereador Márcio acusa o governador Ricardo Coutinho e o secretário de Recursos Hídricos, João Azevedo, “de politicagem ao anunciar intempestivamente o anúncio do fim do racionamento de água. Eles não estão preocupados com a saúde, com a educação do povo, não repassa os recursos devidos para a saúde de Campina Grande, mesmo com a Justiça determinando essa providência. Além disso, não tem a menor preocupação com o quadro de insegurança que Campina Grande se encontra, é uma irresponsabilidade total”, acentua.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^