Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018

Emepa promove Dia de Campo sobre palma forrageira

A Emepa, Empresa Estadual de Pesquisas Agropecuárias da Paraíba, realizará no próximo dia 26, na Estação Experimental Benjamim Maranhão, em Tacima, Brejo paraibano, um Dia de Campo sobre Sistema de Produção e Utilização da Palma Forrageira no Semiárido.

Stúdio Rural entrevistou o diretor técnico da Emepa, Manoel Antônio de Almeida, Manoel Duré, falando sobre o dia de campo e avaliando um conjunto de ações e pesquisas desenvolvidas por aquela empresa para o fortalecimento da pecuária no estado; dialogou com o pesquisador Wandrick Hauss de Sousa sobre o conteúdo e programação trabalhados no evento do dia 26; e dialogou também com o assessor do escritório da Emater-PB, no município de Pilar, João Ferreira Gonçalves Filho, avaliando a importância do evento e falando sobre as mobilizações que os escritórios da Emater estão desempenhando para levar o maior número de pecuaristas interessados nos conhecimentos que serão ofertados no dia de campo.

“Estamos com a estação de pesquisas de Tacima apropriada para recebermos todos os convidados neste dia de campo sobre a palma forrageira como fonte de alimentação animal e também alimentação humana, acredito que vai ser um dia muito prazeroso porque a gente vai demonstrar a importância que tem a palma aqui para o semiárido, notadamente para o semiárido do estado da Paraíba, não só como uma fonte de alimentação animal, mas também como fonte de alimentação humana”, explica Manoel Antônio de Almeida, Manoel Duré em entrevista ao Stúdio Rural.

O assessor técnico da Emater, escritório Pilar, João Ferreira Gonçalves Filho, falou sobre a importância do trabalho que a Emepa vem fazendo na pesquisa e multiplicação das variedades de palmas resistentes a Cochonilha do Carmim e garante que a Emater fará um amplo trabalho de mobilização para levar agricultores lideranças dos diversos escritórios paraibanos dentro de uma lógica em que esses participantes sejam agentes multiplicadores em suas bases municipais junto as entidades da agricultura familiar e aos conselhos de lideranças. “De acordo com a demanda, nós vamos provocar mobilizações desses agricultores, aqueles que se interessarem que for de acordo a gente vai fazer o transporte, sendo que o transporte é limitado para cada escritório, a mobilização é geral de forma que todo o estado está mobilizado para este dia de campo e é um evento promovido pela Gestão Unificada Emepa, Emater e Interpa”, explica Gonçalves Filho ao dialogar com Stúdio Rural com diálogo que repercutirá no Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo do final desta semana e será compartilhado para um público de mais de 16 mil pessoas e organizações sociais e de governo em todo o semiárido, via rede social de computadores.

Wandrick Hauss de Sousa é pesquisador daquela empresa de pesquisas, participou de entrevista no Stúdio Rural reforçando a importância do evento baseado no conjunto de ações desenvolvidas por aquela empresa em consequência, especialmente, do ataque da Cochonilha do Carmim, desde anos passados e garante que será também um verdadeiro espaço de prestação de contas mostrando o trabalho desenvolvido pelo governo do estado da Paraíba no processo de implantação e multiplicação das variedades junto aos pecuaristas de todo o estado. “O público participante vai ter oportunidade de visitar seis experimentos que estão sendo realizados de palma forrageira, inclusive um na alimentação humana, uma com um tipo quase que de silagem forrageira, onde a gente vai estar usando a palma forrageira dentro de um contexto de uma ração completa onde os animais vêm ganhando peso de forma surpreendente. Então é outra novidade que a pesquisa, não só da Paraíba, mas junto com a Embrapa, nós estamos buscando alternativas de utilização racional da palma forrageira na alimentação animal”, explica Wandrick ao dialogar diretamente com Stúdio Rural.

PROGRAMAÇÃO

08:30 – 08:45 Emepa-PB – boas vindas

Nivaldo Moreno Magalhães – Emepa-PB

Manoel Antônio de Almeida – Emepa-PB

08:45 – 09:05 Importância do cultivo da palma no contexto do semiárido: Ações de pesquisas do projeto Agrocapri.

Wandrick Hauss de Sousa – Emepa-PB coordenador do Projeto Agrocapri

ESTAÇÃO 1

09:05 – 09:25 Controle de pragas e doenças na cultura da palma

Professora Luciana Cordeiro Nascimento – CCA-UFPB

ESTAÇÃO 2

09:25 – 09:45 Banco de germoplasma de palma irrigada utilizando energia solar

João Paulo Farias Ramos – Emepa-PB

Sebastião de Oliveira Pereira – Emepa-PB

ESTAÇÃO 3

09:45 – 10:05 Sistema de produção de palma forrageira

Thiago Aires Ramos –Emepa-PB

Edson Mauro Santos – UFPB

ESTAÇÃO 4

10:05 – 10:25 Utilização estratégica da palma forrageira na alimentação animal

Felipe Queiroga Cartaxo – Emepa-PB

Juliana Silva de Oliveira – CCA-UFPB

ESTAÇÃO 5

10:25 – 10:45 Uso da palma na alimentação humana

Flávio Gomes de Oliveira UFPB/Emepa-PB

Humberto Barbosa Cabral Emepa-PB

12:00 horas enceramento

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^