Polícia Rodoviária divulga número de carros roubados

O número de veículos roubados recuperados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias que passam pela Paraíba, este ano, já corresponde a 77% do total de apreensões feitas em 2016. Ao todo, foram encontrados, de janeiro até o último dia 4, 88 veículos, sendo a maior parte de carros populares. De acordo com o inspetor da PRF, Eder Rommel, o roubo de veículos é mais freqüente em ruas e avenidas dentro dos bairros das cidades.

Dificilmente são registradas ocorrências deste tipo em rodovias federais. Já a característica do produto levado pelos bandidos vai depender da intenção dos criminosos. “Na maioria das vezes, os carros são roubados para a prática de assaltos e é preciso uma determinada característica do veículo. Por exemplo, se o alvo for um ataque a um carro forte, os criminosos têm como alvo carros mais extensos, com carroceria porque cabem mais gente e armamentos mais longos.

Se a intenção é assalto a bancos, o alvo são carros mais potentes, que correm mais”, explicou Rommel. Sentiu ‘na pele’. O construtor Washington Suassuna está entre as vítimas que tiveram carros roubados em 2016 na Paraíba. No mês de novembro ele foi abordado por bandidos no bairro Cidade Verde, em João Pessoa, e teve o veículo tomado por assalto.

O carro do construtor só foi encontrado nove meses após o crime em uma casa, no município de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. “Meu carro foi encontrado com o chassi, vidros e placas adulterados. Mas, graças a Deus, a Polícia conseguiu identificar que estava em meu nome e me avisaram”, disse Washingnton Suassuna. Segundo o inspetor da PRF, o que aconteceu ao carro do construtor é recorrente neste tipo de crime, que alimenta ainda o mercado ilegal de venda de peças de veículos roubados. Registro de ocorrências. Washington Suassuna contou que no dia em que foi assaltado registrou a ocorrência na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos da capital paraibana e também no site da PRF.

Os procedimentos tomados pelo construtor é que devem fazer as vítimas de roubos e furtos de veículos. O inspetor da PRF lembrou que ao registrar o roubo do veículo à Polícia Civil as informações são inseridas em um sistema nacional, que também é acessado pela PRF. Além disso, a própria corporação dispõe de um sistema próprio para que as vítimas façam o cadastro do veículo roubado.
http://correiodaparaiba.com.br/colunas/?autor=sony-lacerda

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^