Nova hidrovia pode impulsionar desenvolvimento regional

Brasília-DF – O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, participou em Belém (PA), da assinatura da Ordem de Serviço para o início dos estudos de viabilidade técnica e ambiental para implementação da Hidrovia Guamá-Capim. A iniciativa tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento regional, gerando mais rotas para o escoamento da produção local a partir de melhorias na navegabilidade da hidrovia.

O estudo vai analisar as principais rotas de transporte possíveis e a conexão hidroviária com os demais rios navegáveis da região. Também irá prospectar projetos passíveis de levar grandes volumes de cargas à hidrovia. Ao todo, serão avaliados 372 quilômetros de rios, em uma área que integra vários municípios, como Paragominas, São Domingos do Capim, São Miguel do Guamá e parte da região metropolitana de Belém.

O projeto é coordenado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e conta com o apoio do Ministério da Integração Nacional. A região de Guamá-Capim é conhecida pelas inúmeras jazidas minerais de caulim e bauxita, bem como pela produção de soja e milho. Esses tipos de carga se adaptam bem ao transporte hidroviário. O Dnit está investindo R$ 3 milhões no estudo, que tem prazo de conclusão de nove meses.

Novas conquistas

Representando o Governo Federal, o ministro Helder Barbalho também vai se reunir com representantes da Associação dos Moradores de Terrenos de Marinha (Amtemepa) para tratar sobre a ocupação de imóveis da União que têm sido utilizados para fins habitacionais no bairro de Jurunas, na área urbana de Belém.

Fruto da articulação do ministro junto à Marinha, a população que reside na localidade poderá permanecer no terreno. Agora, Helder Barbalho viabiliza com o Ministério das Cidades o enquadramento das moradias no Programa Minha Casa, Minha Vida. Realizada por meio da Caixa Econômica Federal, a iniciativa tem como objetivo apoiar as entidades privadas, sem fins lucrativos, vinculadas ao setor habitacional, no desenvolvimento de ações integradas e articuladas que resultem no acesso de famílias de baixa renda à moradia.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^