HOME_______________________________________________

Romero Rodrigues recebe prêmio por ações de assistência materno-infantil

O Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto – Ipesq homenageou o prefeito Romero Rodrigues, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados pela Prefeitura de Campina Grande na assistência à saúde materno-infantil no estado da Paraíba, em especial no enfrentamento da síndrome da zika congênita. O prêmio, que leva o nome do patrono do Instituto, foi entregue na noite desta quarta-feira, 30, durante a abertura de um congresso científico, realizado no Teatro da Facisa.

No anúncio da premiação, a presidente de honra do Ipesq, a médica Melânia Amorim, explicou porque o instituto escolheu o prefeito para receber o prêmio originalmente concebido para ser entregue a profissionais de saúde. “Enquanto muitos governantes recuaram assustados com os casos de microcefalia, Romero Rodrigues, desde o início, acolheu as nossas inquietações, nos prestou apoio e montou o serviço transdisciplinar para gestantes e bebês no Hospital Municipal Pedro I”, parabenizou.

Responsável pela pesquisa que comprovou a associação do zika com os casos de atrofia cerebral, a médica Adriana Melo, que também preside o Ipesq, destacou a atuação pessoal do prefeito Romero Rodrigues nas ações de assistência às gestantes e bebês vítimas da síndrome da zika congênita. “Romero participou das reuniões do grupo de gerenciamento de crise criado após o surto dos casos de microcefalia, nos ouviu atentamente, acreditou nas nossas pesquisas e demonstrou sensibilidade, determinando a criação de um serviço de assistência em tempo recorde”, reconheceu.

Em sua fala, Romero Rodrigues, agradeceu a homenagem e parabenizou o Ipesq pela contribuição na criação do ambulatório especializado do Hospital Pedro I para atender às crianças com microcefalia e outras malformações neurológicas causadas pela infecção do zika. “Campina tem se tornado exemplo para o Brasil na assistência aos bebês e às gestantes porque conta com o apoio dos pesquisadores do Ipesq, que fazem um trabalho de excelência, com dedicação de corpo, alma e coração”, enfatizou.

Além do prefeito Romero Rodrigues também receberam o Prêmio Professor Joaquim Amorim Neto as médicas Helenita Afonso Vigolvino e Adriana Melo. A cerimônia faz parte das ações de comemorações de sete anos de fundação do Ipesq. O evento também marcou o início das atividades do congresso científico do instituto, que também vai acontecer durante toda esta quinta-feira no Teatro da Facisa para discutir a epidemia de zika no Brasil.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^