Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018

Samu realizou mais de 30 mil atendimentos

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional de João Pessoa, que polariza 60 municípios paraibanos, realizou 39.702 atendimentos de socorro no ano de 2017. As ocorrências mais comuns são casos clínicos (17.776), como problemas neurológicos (4.305) e cardiológicos (3.156), e de trauma (15.585), com destaque para os acidentes de trânsito (8.320).

Os atendimentos na cidade de João Pessoa correspondem a 55,6% do total (22.060). Na sequência estão Bayeux (5,4%), Santa Rita (4,8%), Cabedelo (3,1%) e Conde (2%). De acordo com a coordenadora-geral do Samu em João Pessoa, Erika Rivenna, o trabalho do Samu começa com o recebimento das ligações e a classificação de risco de cada situação.

“Nosso perfil é para atender casos de urgência, como acidentes ou ataques cardíacos agudos, por exemplo, e casos moderados, como crise de asma, crise convulsiva ou trabalho de parto. Quando alguém liga para o 192, é feita a classificação de risco pelo médico, que avalia a necessidade do envio de motolância, com técnico de enfermagem, de Unidade de Saúde Básica (USB), com enfermeiro e condutor socorrista, ou de Unidade de Saúde Avançada (USA), com médico, enfermeiro e condutor”, afirma ela.

Segundo Erika Rivenna, é o médico que orienta o enfermeiro da USB sobre o atendimento ao usuário, e faz a regulação junto aos hospitais e às unidades de pronto atendimento para receber o paciente, quando necessário. “Temos nove médicos de plantão durante o dia e oito à noite, todos os dias”, destaca ela.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^