Segunda-Feira, 23 de Julho de 2018

Saúde inicia campanha de doação de leite materno

A Secretaria de Saúde de Campina Grande está realizando a Campanha de Doação de Leite Materno, com o objetivo de conscientizar para a doação do leite humano e a importância do aleitamento materno e recarregar o estoque do Banco de Leite Humano Doutor Virgílio Brasileiro, do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea.

As ações começaram com um dia de conscientização e orientações sobre a doação na cidade de Lagoa Seca. A programação se intensifica a partir desta quarta-feira, 9, com gestantes da empresa Alpargatas, às 13h. Serão dadas informações sobre a importância da amamentação e da doação do leite e arrecadação de frascos. A programação se repete na sexta-feira, 10, a partir das 14h também na Alpargatas.

No dia 14 de maio, às 16h, as mães doadoras serão homenageadas no Isea. No dia 16, durante manhã e tarde, estudantes da área da saúde recebem capacitação na Faculdade Maurício de Nassau. No dia 18 de maio, Dia da Prevenção à Gravidez na Adolescência, tem ações pela manhã, a partir das 8h no BLH, e à tarde a partir das 14h no auditório do Isea.

Nos dias 19 e 20 tem curso de consultoria em amamentação no Isea. O dia 22 de maio será dedicado a uma reunião com representantes dos bancos de leite em João Pessoa para discutir a segurança alimentar e nutricional em uso de leite humano e para a criação do protocolo de utilização do leite em unidades neonatais. No dia 25, às 16h, tem chá da tarde com as mães da Casa da Gestante, Bebê e Puérpera e nos dias 26 e 27 tem formação de doulas no Isea, fechando a programação.

O BLH do Isea funciona arrecadando leite e distribuindo em Campina Grande, bem como dando auxílio às mulheres para a retirada do leite. No local tem controle da qualidade por meio de químicos e nutricionistas. O leite é pasteurizado e os frascos são esterilizados.

Este ano foram coletados apenas 37 litros e distribuídos 329. “Precisamos de mais doadoras porque esse alimento é essencial para os recém-nascidos cujas mães não têm leite suficiente”, disse a Coordenadora do BLH Virgílio Brasileiro, Alane Tavares. O banco abastece as UTIs neonatais da cidade, já que o leite é distribuído no Isea, na Fundação Assistencial da Paraíba – FAP, Clipsi, Clínica Santa Clara e Hospital Universitário Alcydes Carneiro.

O local realiza atendimento em grupo e individual, visita domiciliar, coleta domiciliar e atendimento pediátrico aos bebês das mamães doadoras. O BLH funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 18h no ISEA. Nos finais de semana, funciona apenas para distribuição e acompanhamento de gestantes e puérperas, mães que deram à luz há até 45 dias. O banco de leite do Isea já foi certificado com o padrão ouro quatro vezes pelo Programa Íbero-Americano de credenciamento de Bancos de Leite, do Ministério da Saúde e Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^