Domingo, 20 de Maio de 2018

Projeto ‘Saúde no lugar certo’ acaba com retenção de macas

Iniciativa do MPPB, Estado e Prefeitura terá dia “D” de divulgação junto aos usuários, em março

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) e as Secretarias de Saúde do Estado e do Município de Guarabira vão realizar, em março, o dia “D” para intensificar a divulgação do projeto “Saúde no lugar certo”, junto aos usuários do Sistema Único de Saúde.

O projeto-piloto foi criado para reorganizar a rede de saúde, acabar com a superlotação no Hospital Regional e na Unidade de Prontoatendimento (UPA) de Guarabira e com a retenção de macas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) nesses dois serviços.

Na última terça-feira (6), a Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de Guarabira promoveu a segunda audiência para avaliar a implantação do projeto-piloto. Participaram o secretário de Saúde do Município de Guarabira, Wellington Antônio de Oliveira; o representante do 3° Batalhão dos Bombeiros Militares, Luiz Fernando Neves Junior; o diretor e da gerente de Enfermagem do Hospital Regional de Guarabira, Cleonaldo Freire e Vanessa Silva, respectivamente; a coordenadora-geral do Samu de Guarabira, Cássia Melo e a coordenadora de Enfermagem da UPA de Guarabira, Lucyanna Nascimento.

Segundo os gestores, em apenas dois meses, o projeto “Saúde no lugar certo” já foi capaz de organizar a rede de Guarabira, de acabar com a retenção de macas no hospital e na UPA da cidade e de reduzir em mais de 30% os atendimentos no Hospital Regional, através da contrarreferência dos casos mais simples às Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Entre dezembro de 2017 e janeiro deste ano, a UPA contrarreferenciou com sucesso 749 atendimentos com classificação “Azul” e “Verde” (casos mais simples) às UBSs e com isso, o serviço foi “desafogado” em 8% no total de atendimentos realizados. Já no Hospital Regional, 456 atendimentos de classificação “Azul” também foram encaminhados com êxito às unidades básicas, o que resultou na diminuição em 33% dos atendimentos, melhorando a situação de superlotação que existia antes da implementação do “Saúde no lugar certo”. “O projeto está no caminho certo e já vem demonstrando ser um sucesso”, comemorou a promotora de Justiça Andrea Bezerra, uma das idealizadoras da iniciativa.

Dia “D”

O dia “D” de divulgação do projeto “Saúde no Lugar Certo” será em 14 de março, na Praça Ferreira Melo, das 7h às 12h. A ideia é explicar aos pacientes os serviços de saúde que devem ser procurados para cada caso e problema.

Para a realização do evento, a Prefeitura de Guarabira se comprometeu a disponibilizar duas tendas com cadeiras e mesas, além de cinco profissionais de enfermagem, de uma equipe multidisciplinar do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e de dez agentes comunitários de saúde.

O Corpo de Bombeiros e o Samu também se comprometeram a disponibilizar uma viatura cada e profissionais de suas equipes, desde que não haja nenhum atendimento de urgência na ocasião. A UPA vai disponibilizar quatro profissionais de enfermagem e o Hospital Regional, um médico clínico geral e um enfermeiro.

A promotoria também vai convidar as rádios e os portais de Guarabira para participar do dia “D” de divulgação do projeto e solicitar o apoio deles na divulgação do vídeo e do spot sobre o projeto “Saúde no lugar certo”, que foram produzidos pela Assessoria de Imprensa do Ministério Público da Paraíba e pela produtora “Castanhola” – empresa vencedora do processo de licitação para produção do programa “MPTV”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^