HOME_______________________________________________

Setor de serviços na Paraíba registra 2º maior crescimento do Nordeste

Mantendo o ritmo aquecido no início do ano, o setor de serviços da Paraíba registrou a segunda maior taxa de crescimentofeira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Paraíba apresentou alta de 9,8% em fevereiro, ficando atrás apenas do Ceará (11,8%) na região. Em janeiro, o Estado já havia registrado a maior taxa de crescimento do Nordeste e a terceira mais alta do país no setor.

Contudo, no acumulado do primeiro bimestre deste ano, a Paraíba manteve a liderança na região com alta de 13,5%, enquanto o Ceará caiu para a segunda posição (10,1%). Os dois estados são os únicos que registraram crescimento acima de dois dígitos. Os demais estados da região tiveram crescimento menor no setor como Rio Grande do Norte (8,6%), Alagoas (7,9%) e Pernambuco (7,3%). O país acumula alta de 9,8% nos primeiros dois meses deste ano.

Segundo analistas do IBGE, o crescimento da renda dos trabalhadores tem sustentado a expansão na receita nominal dos serviços prestados às famílias. Os serviços prestados às famílias, como os bares, restaurantes  e meios de hospedagem, cresceram 13,2%, os serviços de informação e comunicação, 7,5%, os serviços profissionais, administrativos e complementares, 9,3%, transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, 14,7%, e outros serviços, 6,5%.

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no País, abrange as atividades do segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado (valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).

Desempenho de crescimento no setor de serviços na Região Nordeste. Estado – Crescimento em fevereiro – Crescimento no ano: Ceará – 11,8%  – 10,1% PARAÍBA – 9,8% – 13,5% Piauí  –  9,5%  – 5,7% Rio G. do Norte – 8,6% – 8,6% Maranhão  – 7,9% – 6,5% Bahia – 7,5% – 6,5% Pernambuco  –  4,9%  – 7,3% Sergipe – 3,4% – 6,1% Alagoas – 2,6% – 7,9%.
Fonte: IBGE/Pesquisa Mensal de Serviços.
Secom

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^