HOME_______________________________________________

Termina no dia 30 de junho prazo para renegociar dívidas

A renegociação destinada aos produtores rurais que tinham débitos com os Bancos do Brasil e do Nordeste não avançou. Esta foi a conclusão que chegou o deputado Efraim Filho (DEM/PB) ao participar da audiência pública, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados. “Apesar das condições para os agricultores reaverem o crédito agrícola, a procura está inferior à expectativa dos bancos porque as medidas adotadas pelo governo não são suficientes. Não há previsão de arrecadação com produção rural. Não adianta renegociar o que já foi renegociado, tem que ter políticas públicas diferenciadas”. Declarou.

Na avaliação de Efraim Filho a previsão é que o período de seca este ano será rigoroso e por isso a quebra na safra será grande deixando os agricultores sem recursos para saudar suas dívidas.

Apenas 30% dos agricultores do semiárido procuraram bancos para renegociar dívidas e na audiência pública da Comissão de Agricultura, o secretário-adjunto da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, João Pinto Rabelo chamou a atenção para que, aqueles que estão em situação de inadimplência, não percam o prazo que termina em 30 de junho de 2014.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^