Destaques

Universidade inaugura unidade de atendimento a casos de Covid-19

O Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC) inaugurou a sua unidade própria de atendimento para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. A unidade possui 11 leitos de enfermaria e seis leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados a pacientes que apresentem sintomas de síndrome gripal e passem a se tornar suspeitos de Covid-19 durante o período de internação no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) ou na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (Meac).

O espaço é resultado do investimento emergencial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC). Desde o início da pandemia, apenas para o enfrentamento da Covid-19, a Ebserh já disponibilizou R$ 3,8 milhões para o complexo hospitalar da UFC, sendo R$ 3,5 milhões para aquisição de equipamentos de proteção individual, e R$ 300 mil para investimentos em infraestrutura e aquisição de equipamentos.

O processo seletivo para o enfrentamento da pandemia também permitiu a contratação temporária de dois profissionais de enfermagem e um médico. Esses profissionais se unem a outros colaboradores, como técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e farmacêuticos. Outras convocações pelo processo seletivo emergencial poderão ser realizadas de acordo com necessidade do complexo.

A nova unidade de atendimento foi totalmente adaptada, com a criação de antecâmaras de paramentação e desparamentação para acesso dos profissionais da saúde às áreas de tratamento dos pacientes. Houve também a instalação de exaustores portáteis com filtragem de ar e pressão negativa, revisão e a adequação de ponto, quadros e circuitos elétricos, instalação de torneiras com sensor e com acionamento por pressão, além da instalação de interfone para acesso à unidade.

Foi disponibilizado mobiliário e enxoval específico para a área, além do remanejamento de equipamentos médico-hospitalares como aspiradores cirúrgicos, ventilador pulmonar, monitores multiparâmetros, bombas de infusão, camas eletrônicas, entre outros.

O gerente de Atenção à Saúde do Hospital Universitário Walter Cantídio, Arnaldo Peixoto, ressaltou que todos os serviços relacionados ao apoio diagnóstico e terapêutico estão à disposição da nova unidade. “Centro cirúrgico, central de material e esterilização, anestesia, reabilitação, laboratório central, radiologia, endoscopia e nutrição”, disse.

Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares. Também tem treinado funcionários da Rede, promovendo web aulas, definindo fluxos e instituindo câmaras técnicas de discussões com especialistas. Em algumas regiões, as unidades da Rede Ebserh têm atuado como hospitais de referência ao enfrentamento da Covid-19, enquanto que em outras atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).
Com informações do Ministério da Educação

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios