Terça-Feira, 21 de Maio de 2019

Vereadora lamenta corte no orçamento de instituições de ensino superior

Sandra Marrocos (PSB) também convidou população para ato público, às 10h do próximo dia 15, com marcha do Lyceu Paraibano à ALPB, onde haverá audiência para discutir o tema

A vereadora Sandra Marrocos (PSB) lamentou o corte de 30% da verba federal direcionada às instituições públicas de ensino superior, em especial, à Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e ao Instituto Federal de Educação (IFPB). A parlamentar usou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), durante a sessão ordinária desta quinta-feira (9), para convidar a população a participar de ato público no próximo dia 15. A concentração será em frente ao Lyceu Paraibano, no Centro da Capital, e os participantes marcharão até a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), onde haverá uma audiência pública para discutir a decisão que corta investimentos na educação superior.

“Minha solidariedade a todos que fazem a educação superior, algo que, até um dia desses, muitos não tinham acesso facilmente. É de uma irresponsabilidade e inconsequência sem tamanho cortar 30% dos investimentos federais das universidades. A UFPB teve R$ 44 milhões bloqueados do que estava previsto no seu orçamento deste ano”, informou a parlamentar, salientando que a instituição também perdeu recursos que seriam oriundos de emendas de deputados federais e senadores.

Em aparte, Marcos Henriques (PT) alegou que o corte nos investimentos na educação superior fará muitos deixarem os estudos ou a qualificação de lado. “Já tem instituições que preveem seu fechamento, e outras já estão atestando que não vão conseguir comprar materiais básicos para funcionar. Há uma inversão de valores na sociedade, pois estão retirando daqueles que mais precisam e dando aos grandes empresários. Precisamos ir às ruas”, conclamou o vereador.

Sandra Marrocos chamou a atenção para o fato de que as universidades públicas e os institutos federais são patrimônio inestimável da população brasileira e que, sem eles, não há projeto para o povo da nação, muito menos marco de civilização da democracia brasileira.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^ Ir Para Topo ^