Destaques

Vereadores inspecionam processo de imunização

A terceira ação do Câmara Itinerante teve a pauta Saúde, com visitas a locais de referência em vacinação. Os vereadores da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) conheceram como é realizado o processo de imunização para poder coibir possíveis irregularidades, como os “fura filas” da vacinação contra a Covid-19.

A primeira parada foi na Central Municipal de Imunobiológicos Doutor José Eymard, em Água Fria. Lá é onde as vacinas são armazenadas e distribuídas para os locais de vacinação. O enfermeiro responsável pela referência distrital em imunização, Gustavo Lira, explicou que nesse primeiro momento as vacinas são enviadas para hospitais e abrigos onde se encontram parte do público prioritário: idosos e profissionais de saúde. Segundo Gilanne Ferreira, que trabalha no serviço de atendimento domiciliar, mais de dois mil idosos acima de 80 anos já foram cadastrados para a vacinação.

O presidente da CMJP, vereador Dinho (Avante), afirmou que pretende elaborar um projeto de lei que estabeleça sanções a quem desrespeite a fila de vacinação. “Temos que evitar esse tipo de comportamento, pois é inadmissível. O PL que será apresentado vai estipular multas e sanções a quem desrespeitar a lista de espera para os grupos prioritários para a vacinação. A nossa Procuradoria Jurídica também está trabalhando nessa matéria junto com a Mesa Diretora para evitar esse tipo de ato, que não contribui com a sociedade. É uma forma de o Legislativo ajudar o Governo Municipal e a SMS fazendo seu trabalho, que também é de fiscalizar”, adiantou o presidente.

Para o vereador Damásio Franca (Progressistas), é preciso que seja organizado um mutirão de vacinação. “Já averiguamos o armazenamento das vacinas e escutamos reclamações no sentido de que haveria imunizantes estocados, porém ainda há muita gente precisando ser vacinada. A cobrança que fazemos é que haja mutirões de vacinação. Pois existem mais pessoas de grupos prioritários e tem vacinas a mais. Por exemplo, alcançamos 16 mil vacinados e temos disponíveis 25 mil vacinas. Por quê outros grupos não foram vacinados ainda?”, questionou Damásio afirmando que já iniciou diálogo com os responsáveis pela imunização para acelerar esse processo.

“Como representantes do povo, estamos cumprindo nosso papel de fiscalizar e levar questões relevantes da cidade à Câmara e Gestão Municipal. Temos certeza de que após essas atividades, vamos nos reunir na Câmara e definir medidas para atender as demandas coletadas em todos os segmentos”, garantiu o vereador Marcílio do HBE (Patriota).

O vereador Júnio Leandro (PDT) está preocupado com a segurança dos servidores e da própria vacina. “Acompanhamos a forma de armazenamento das vacinas, condições de trabalho dos servidores da imunização e a segurança do prédio, pois soubemos de um caso recente em Campina Grande do roubo de um veículo com imunizantes”. O parlamentar também destacou a importância do respeito às prioridades de vacinação. “Peço consciência da população. Quando você fura uma fila, outras pessoas estão sendo prejudicadas, cidadãos para quem é vital e mais urgente esta vacina. A gente vai fiscalizar com atenção essas prioridades”, afirmou o vereador que também é agente comunitário de saúde.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios