Justiça

Advogados ganham o Diário Eletrônico da OAB

Brasília – O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, saudou nesta terça-feira (3) a sanção da lei que institui o Diário Eletrônico da Ordem dos Advogados do Brasil, plataforma online que conterá todos os atos, notificações e decisões da entidade. A proposta, que nasceu no Conselho Pleno da OAB, tramitou no Poder Legislativo durante quatro anos (relembre histórico ao fim do texto).

“Tenho convicção de que a advocacia e a própria cidadania, de quem a Ordem é voz constitucional, ganham em matéria de transparência e também em celeridade. O Diário Eletrônico da OAB será mais um instrumento de eficiência e efetividade do meio jurídico, visto que as atividades desenvolvidas pela advocacia e, por consequência, pela entidade, são serviços públicos indispensáveis à Justiça”, apontou Lamachia.

O Diário Eletrônico da OAB trará, também, uma significativa economia de recursos financeiros. Com a publicação de seus atos no Diário Oficial da União, a Ordem dispende valores expressivos com a compra de espaço. Com a implementação do Diário Eletrônico, a OAB dará efetividade à transparência sem a necessidade de realizar o gasto com a compra de espaço para suas publicações.

“A OAB está sempre buscando a otimização na gestão de recursos. Toda economia é bem-vinda, exatamente porque se reflete na ampliação do leque de serviços prestados à advocacia, na melhoria das estruturas das dependências da Ordem, entre outros benefícios”, completa Lamachia.

Atualmente, os atos do Conselho Federal da OAB são publicados no Diário Oficial da União. Com a sanção, altera-se a Lei Federal nº. 8.906/1994, o chamado Estatuto da Advocacia. Segundo o trâmite ordinário pós-sanção, a norma entrará em vigor em 180 dias. Será permitido destacar a íntegra ou o resumo dos andamentos nos fóruns locais.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios