Nordeste

Aesa agiliza fiscalização e monitoramento dos reservatórios

O trabalho de monitoramento e fiscalização das águas dos rios e açudes paraibanos vai ganhar mais agilidade. A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) ampliou o número de veículos a fim de promover respostas mais rápidas nas ações de campo. Sete carros novos integram a frota, quatro deles com tração 4×4 e três com capacidade de trafegar por terrenos acidentados.

De acordo com o diretor administrativo-financeiro da Aesa, Joacy Mendes Nóbrega, o trabalho vai ganhar reforço com os novos veículos. “Nosso trabalho vai ganhar maior capacidade de deslocamento e celeridade nos processos.  Além disso, estamos promovendo um  deslocamento mais seguro das equipes e melhorando as condições de trabalho para nossos técnicos”, informou  Joacy.

A ampliação na frota da Aesa vai permitir um melhor acompanhamento dos 134 reservatórios gerenciados pela agência estadual. Na manhã desta quarta-feira (8), 25 barragens estavam com menos de 5% do volume total. Outras 21 tinham menos de 20%, 87 reservatórios possuíam capacidade superior a 20% e uma estava sangrando. A lista completa com a situação detalhada de cada barragem está disponível no site aesa.pb.gov.br .

Transposição – A Agência Estadual também acompanha a vazão do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Em agosto, a quantidade de água que chega na Paraíba aumentou de 1.6 m³/s para 4 m³/s no Eixo Leste, no Portal das Águas, na cidade de Monteiro. A água vai beneficiar várias cidades ao longo do curso do rio Paraíba, a exemplo de Sumé, Camalaú, Congo, São Domingos, Cabaceiras, Boqueirão e Itatuba.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios