Nordeste

Comunidades recebem cisternas

Ação da Força-Tarefa das Águas implantou mais 235 cisternas no Rio Grande do Norte neste ano, beneficiando cerca de 1.000 pessoas de comunidades rurais dos municípios de José da Penha, Monte das Gameleiras e Luís Gomes.

Os equipamentos são empregados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em benefício de comunidades rurais de regiões remotas. O investimento na instalação dos reservatórios foi de R$ 1,7 milhão.

“As iniciativas de oferta de água promovem saúde e qualidade de vida para a população, independência das famílias em relação aos caminhões-pipa e desenvolvimento social e econômico para as comunidades rurais. Ampliar a segurança hídrica é um dos atuais objetivos estratégicos da Codevasf”, explica Wellington Dias Lopes Junior, superintendente regional da Codevasf no Rio Grande do Norte.

As cisternas são produzidas em polietileno, que possuem alta durabilidade e capacidade de armazenamento de 16 mil litros. Elas acumulam a água da chuva, que é conduzida para o seu interior por meio de um sistema de calhas e tubos. Cada cisterna beneficia uma família, e a serve principalmente durante os períodos de estiagem.

Com a Força-tarefa das Águas, o Governo Federal vai viabilizar acesso a água para mais de 600 mil pessoas nas regiões mais necessitadas do país, totalizando cerca de 1,5 milhão de brasileiros beneficiados até o final de 2022. A ação conta com a participação dos ministérios do Desenvolvimento Regional, Saúde, Cidadania e Defesa, além de Codevasf, DNOCS e Funasa.

Com informações da Codevasf

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios