DestaquesEducação

Contra Ricardo: Docentes da UEPB entram em greve

Em Assembleia Geral realizada no auditório do Curso de Psicologia, Campus Campina Grande, os professores da Universidade Estadual da Paraíba decidiram deflagrar greve, por tempo indeterminado, já a partir da próxima quarta-feira (12). Com a decisão, cerca de 18 mil alunos vão ficar sem aulas. Muitos deles terão, inclusive, a conclusão de curso prejudicada. Foram 49 votos favoráveis à deflagração do movimento, que acontece justamente às vésperas da Semana Santa.

A decisão já repercute nas redes sociais. Muitos alunos se dizem prejudicados com a decisão e, muitos deles, condenam a gestão do Reitor Rangel Júnior como principal responsável pela “quebradeira” da instituição. Já o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (ADUEPB), Nelson Júnior, alega perdas salariais e falta de diálogo da instituição e do Estado com os professores como algumas das motivações do movimento. De acordo com ele, os professores estão com salários congelados e progressões suspensas desde 2016 e sem reajuste significativo desde 2015, quando as remunerações foram aumentadas em 1%.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios