Destaques

Entidade mostra preocupação com interiorização do coronavírus

A Comissão Especial de Acompanhamento e Fiscalização dos Entes Federativos em Estado de Calamidade Pública da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) apresentou o relatório que trata do avanço do novo coronavírus no Estado e as medidas a serem adotadas para a prevenção à doença e retomada da economia. A Comissão tem feito esse acompanhamento semanalmente e os dados apresentados são referentes ao mês de maio.

O presidente da Comissão, o deputado Buba Germano, demonstrou preocupação com a evolução da pandemia nas regiões que abrangem as cidades do interior da Paraíba. Segundo o parlamentar, está ocorrendo uma interiorização do vírus. Porém, ele destacou que a Grande João Pessoa e os municípios de Mamanguape, Guarabira e Itabaiana apresentaram um redução no número de contaminados.

“Nós monitoramos 14 Regiões Geo Administrativas. Observamos, agora em maio, que houve um decréscimo na quantidade de casos em municípios próximos a Capital. Enquanto que nas outras regiões houve um crescimento, interiorizando o vírus. Itaporanga e Patos, por exemplo, tiveram um crescimento acima de 60%”, ressaltou Buba Germano.

O parlamentar parabenizou as ações de vacinação em alguns municípios, ressaltando que o avanço em determinados lugares tem contribuído para reduzir o número de casos. Além da preocupação com a disseminação da covid-19, Buba chamou atenção para o avanço do desemprego e também destacou as medidas de flexibilização do Governo do Estado para conter a Covid-19.

“Estamos aqui para auxiliar o Governo nas tomadas de decisão e ações de enfrentamento à Covid, mas é necessário que a população também se engaje nesse processo”, disse Buba Germano. Ele também manifestou preocupação com a ocupação de leitos hospitalares. “Na virada do mês, a Paraíba fechou com 330.965 casos de Covid. Houve um acréscimo, no mês de maio, de 67 mil casos, boa parte deles interiorizado. O que chama atenção é que há uma redução no número de óbitos, mas, ampliando, assustadoramente no número de casos, principalmente entre os jovens, que precisam de atendimento hospitalar”, resumiu.

O relatório será apreciado e votado na próxima sessão ordinária e o material será disponibilizado para o Governo do Estado, todas as prefeituras paraibanas e a população em geral.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios