Manchetes

Poucos parlamentares participam de reunião sobre Eixo-Norte

Dos 15 representantes da Paraíba no Congresso Nacional, apenas os deputados federais Wilson Filho (PTB) e Rômulo Gouveia (PSD) e o senador Raimundo Lira (MDB) compareceram à reunião promovida na manhã desta sexta-feira (19), pelo Ministério Público Federal, que discutiu sobre os problemas de infraestrutura da obra do Eixo-Norte da Transposição do Rio São Francisco.

Foto: Ascom

A reunião teve como objetivo solicitar dos parlamentares paraibanos que apresentem emendas e busquem recursos para acelerar as obras complementares da Transposição das águas do São Francisco, conforme explicou o procurador Marcos Queiroga, que externou a preocupação do Ministério Público.

“Estamos vendo essa questão orçamentária e o que a bancada federal pode fazer em termos de verbas públicas para que sejam empregadas nessa obra de revitalização do leito do Rio Paraíba”, disse.

Para a procuradora da república do município de Monteiro, Janaína Andrade, uma das condicionantes da licença do empreendimento foi a revitalização do leito do Rio Paraíba, que vai receber a recarga de água do Rio São Francisco.

“Só que o Rio Paraíba está em erosão e precisa ser revitalizado para ter mais efetividade no percurso da água e também para evitar perdas. Mas, para isso, é necessário recursos financeiros e não há hoje esse recurso disponível”, salientou.

Segundo ela, a licença foi retirada em 2007. Portanto, dez anos se passaram e ainda a obra não foi plenamente concluída. O deputado Wilson Filho apresentou duas formas de agilizar o processo. Uma delas é avaliar se a empresa responsável tem condições de fazer a obra, porque o Ministério da Integração Nacional afirma que ela estava fazendo menos obras por mês por falta de recursos financeiros.

“O Ministério da Integração tem condições de pagar mais por mês, mas não está pagando porque a empresa não consegue executar a obra. O segundo ponto é pedir ao Ministério que permita com que a empresa, caso tenha condições financeiras, fazer a autorização do terceiro turno de trabalho. Quando se quer acelerar o trabalho de uma obra se trabalha mais, ou então, troca de empresa”, frisou.

O fato é que a reunião foi concluída com os seguintes encaminhamentos: Alocação imediata de R$ 6 milhões para elaboração do Plano de Revitalização do Rio Paraíba, que pode ser obtido através de gestão da bancada parlamentar federal junto ao Ministério do Meio Ambiente; gestão do Ministério da Integração Nacional; do próprio orçamento estadual e ainda a alocação de R$20 milhões de reais através de emendas parlamentares.

Os encaminhamentos serão remetidos para a bancada parlamentar analisar a possibilidade de execução.

Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba)
Paraibaonline

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios