DestaquesTransposição

Ministro “garante” água da Transposição no primeiro trimestre

Brasília – O Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, intensificou os repasses para ações e obras hídricas estruturantes nos últimos meses. Neste momento, todos os esforços estão direcionados para a conclusão das estruturas físicas do Projeto de Integração do Rio São Francisco para que a água chegue aos estados beneficiados: Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. Essas afirmações foram feitas pelo ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, aos participantes da Audiência Pública da Comissão de Infraestrutura do Senado Federal, nesta quarta-feira (30/11). Além dos senadores, estavam presentes o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, e representantes dos governos estaduais da Paraíba e Pernambuco.

O ministro Helder informou aos parlamentares que R$ 6,23 bilhões é o valor de investimento do Governo Federal em empreendimentos de Infraestrutura Hídrica nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Sendo que após sua posse no ministério, o repasse mensal de recursos foi ampliado para obras importantes, como: Vertente Litorâneas (PB), Adutora do Agreste (PE), Cinturão das Águas (CE) e Canal do Sertão Alagoano (AL). De junho a novembro de 2016, foram pagos R$ 330,75 milhões para as intervenções mencionadas. “O tratamento que vem sendo dado para as obras executadas pelos estados, por parte do governo do Presidente Michel Temer, é absolutamente republicano. Nós compreendemos claramente que é uma questão de salvar vidas e garantir que regiões do Brasil possam ter qualidade para a vida humana e capacidade de desenvolvimento econômico”, disse.

Sobre a maior obra hídrica do país, o ministro reafirmou o compromisso e a prioridade do Governo Federal em beneficiar 12 milhões de nordestinos. “As obras da Integração do Rio São Francisco não estão e não estiveram paralisadas em qualquer momento da gestão do presidente Michel Temer”, afirmou Helder Barbalho.

O Projeto São Francisco alcançou 90,85% de execução física, em outubro deste ano.  A previsão é de que após a conclusão das estruturas físicas para passagem da água do Eixo Leste no final de dezembro deste ano, as estações de bombeamento serão liberadas para enchimento dos reservatórios. A água chegará ao município de Monteiro (PB) no primeiro trimestre em 2017 e seguirá pelo Rio Paraíba até a Região Metropolitana de Campina Grande. No Eixo Norte a água deve chegar ao reservatório Jati (CE) em agosto de 2017 e, em setembro, na Região Metropolitana de Fortaleza, e até dezembro no Rio Grande do Norte. O novo prazo é decorrente da substituição da Mendes Júnior na primeira etapa da obra no Eixo Norte.

O presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, senador Garibaldi Alves Filho, falou sobre a importância de conhecer de perto os dados do Projeto São Francisco. “Sua exposição nos deu realmente uma visualização da obra, do andamento da obra, e a afirmação de que a obra não parou em nenhum instante nos tranquilizou bastante”, finalizou.

Na apresentação foram destacadas outras ações que são executadas para ampliação do abastecimento de água nas regiões do semiárido, como a Operação Carro-Pipa. Atualmente, 3.669.940 pessoas em 827 municípios são atendidas por 6.926 caminhões em nove estados (AL, BA, CE, MG, PB, PE, PI, RN e SE).
Ministério da Integração Nacional

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios