Nordeste

Parlamentares debatem sustentabilidade do Nordeste

Senadores e deputados federais dos Estados do Ceará, Maranhão e Piauí e participaram da segunda reunião “Nordeste 2030 – Desafios e Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável”, promovida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para apresentar a parlamentares da Região as conclusões do Relatório Desenvolvimento Sustentável Nordeste 2030 (FiscNordeste).

O primeiro encontro foi realizado no dia 25 de abril e contou com a presença das bancadas de Alagoas, Paraíba e Pernambuco no Congresso Nacional. O próximo será nesta quarta-feira (16), com parlamentares da Bahia, do Rio Grande do Norte e de Sergipe.

O FiscNordeste consolida os resultados de auditorias feitas pelas Secretarias de Controle Externo do TCU em cada um dos nove Estados da Região. O documento, lançado em Fortaleza em dezembro de 2017, apresenta um panorama dos achados e mapeia os desafios locais para o desenvolvimento, associados aos objetivos da “Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável” das Nações Unidas.

O presidente do TCU, ministro Raimundo Carreiro, abriu o encontro e agradeceu a presença dos convidados. Em seguida, o relator do FiscNordeste, o ministro do TCU José Mucio Monteiro, fez uma apresentação dos principais pontos do relatório, em áreas como Saúde, Educação e Ciência e Tecnologia (C&T). “Não há solução para uma região pobre que não seja política. Nós não seremos um País feliz enquanto houver regiões muito ricas e regiões muito pobres”, disse o ministro-relator.

Para assinalar o potencial da Região, o José Mucio Monteiro traçou um paralelo, em termos de produção de riquezas, entre Estados nordestinos e países europeus. “O Maranhão, por exemplo, tem 371 mil quilômetros quadrados e um PIB [Produto Interno Bruto] de 22 bilhões de dólares. É do tamanho da Finlândia, que tem um PIB de 233 bilhões de dólares. O Piauí, que tem um PIB de 10 bilhões de dólares, é do tamanho da Romênia, cujo PIB é de 187 bilhões de dólares. O Ceará tem um PIB de 36 bilhões de dólares e é do tamanho da Grécia, cujo PIB equivale a 194 bilhões de dólares”, ressaltou, ao acrescentar que os parlamentares devem atuar coletivamente em prol do desenvolvimento regional. “Vocês precisam se mobilizar e trabalhar de uma forma conjunta. É preciso juntar a bancada toda do Nordeste e começar a usar esses dados para que o trabalho de vocês tenha planejamento”, disse o relator do FiscNordeste.
TCU

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios