Destaques

Pix ganhará novas funções para facilitar a vida do usuário

O Pix, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, lançado em novembro do ano passado, ganhará novas funcionalidades. Uma delas é que, desde o dia 30 de abril, recursos recebidos do benefício do Auxílio Emergencial 2021 poderão ser movimentados por Pix. A única exceção se dará para os casos de transferência para conta de mesma titularidade.

A outra funcionalidade é que o Pix Agendado não vinculado a um Pix Cobrança seja obrigatoriamente ofertado pelas instituições financeiras e de pagamentos a partir de 1º de setembro deste ano. Atualmente, a modalidade é facultativa.

O Pix Agendado é a possibilidade do usuário pagador agendar um Pix para uma data futura. De acordo com o Banco Central, o objetivo é ampliar a comodidade dos pagadores, garantindo que todos os usuários, independente da instituição onde têm conta, possam agendar um Pix.

O Pix Cobrança para pagamentos com vencimentos será lançado em 14 de maio. A terceira novidade prevê que as instituições participantes do Pix que não conseguirem proporcionar a experiência completa de pagamento – leitura do QR Code e pagamento em data futura – entre 14 de maio a 30 de junho, terão que, no mínimo, possibilitar a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code. A partir de 1º de julho, todos os participantes precisam ser capazes de fazer a leitura e possibilitar o pagamento do QR Code para data futura.

A empresária Letícia Teixeira Veras tem uma loja on-line de roupas e acessórios femininos e aderiu ao Pix para fazer vendas. Ela vê o uso da ferramenta crescer e disse que traz vantagens para o negócio. “As transferências via Pix aumentaram muito, e pra gente foi um grande avanço tecnológico devido à sua facilidade. Outra vantagem é que, além de estar recebendo os pagamentos, conseguimos efetuar as transações, finalizar os pedidos junto aos fornecedores sem as cobranças de taxas que antes eram valores exorbitantes.”

Mais serviços via Pix

Mais opções serão oferecidas aos usuários do Pix em 2021 e 2022. O consultor no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro, do Banco Central, Breno Lobo, contou que ainda no primeiro semestre de 2021 será lançada a possibilidade de usar a conta salário para iniciar um Pix e para fazer a portabilidade.

Outra novidade será o Saque Pix, que permitirá que as pessoas consigam sacar dinheiro nos estabelecimentos comerciais de todo o país que aderirem. A ideia é que esses serviços estejam disponíveis no segundo semestre deste ano.

“É uma nova forma de dar acesso a dinheiro em espécie para a população, usando a infraestrutura do Pix. A gente facilita esse acesso a dinheiro em espécie, principalmente quando a gente fala em cidades do interior do país que têm dificuldade de transporte do dinheiro até essas localidades, que têm problemas de quantidade de agências disponíveis”, explicou Breno Lobo.

O consultor citou outra solução que é o QR Code do Pagador, opção que viabilizará a realização de um Pix mesmo quando o pagador estiver off-line. “A gente aumenta os casos de uso que podem ser iniciados com Pix. Eventualmente, o pagador pode estar sem acesso à internet, pode não ter saldo suficiente para acessar um plano de dados pelo telefone celular, então ele consegue gerar um QR Code, ele próprio, mesmo estando off-line. E o recebedor precisa estar apto a ler aquele QR Code, captura as informações do pagador e inicia um Pix”, detalhou.

Facilidade nos pagamentos

Pelo Pix, as transações como pagamentos de contas e transferência de valores são concluídas em poucos segundos com os recursos disponíveis para o recebedor em tempo real. As transações podem ser iniciadas por meio do telefone celular, sem a necessidade de outros equipamentos como maquininhas.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios