DestaquesEconomia

Procon divulga mais recente pesquisa de preços dos itens da cesta básica

Para auxiliar os consumidores campinenses nas compras dos produtos que compõem a cesta básica de alimentos, o Procon Municipal realizou uma pesquisa de preço nos principais supermercados da cidade. A cesta básica, considerada nesta pesquisa, tomou como base o estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

De acordo com a pesquisa, o menor valor cobrado pela cesta básica de alimentos é R$ 230,86, enquanto o maior encontrado registrou R$ 284,83. Isso significa que o consumidor poderá obter uma economia de até R$ 53,97, caso faça a opção por comprar no estabelecimento que pratica o menor valor. Em agosto, quem recebe um salário mínimo mensal precisará desembolsar 28,52% dos seus rendimentos para comprar os itens básicos.

A equipe da pesquisa verificou ainda que houve redução no valor do quilo da batata. O preço médio desse produto caiu 13,92%, baixando de R$ 5,82 para R$ 5,01. Já o quilo do feijão obteve redução média de 9,06%. Em julho o preço do quilo do feijão era R$ 5,63 e depois caiu para R$ 5,12. Por fim, o preço da margarina obteve queda de 8,13%, com preço médio caindo de R$ 3,32 para R$ 3,05.

No entanto, alguns produtos sofreram aumento no preço. Um deles foi o arroz, que obteve alta de 6,64%. O produto custava, em média, R$ 2,71 e passou para R$ 2,89 neste mês. O preço médio do café também subiu. Passou de R$ 3,50 para R$ 3,68, ou seja, um aumento de 5,14%. Por sua vez, o açúcar obteve aumento de 3,01%. Este produto custava, em média, R$ 2,66 e passou a custar R$ 2,74.

A pesquisa completa de preços, com os nomes e endereços dos estabelecimentos comerciais, está disponível para o consumidor campinense na plataforma online proconcg.com.br.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios