HOME_______________________________________________

Projeto de aquicultura beneficia 3,4 mil produtores

Para desenvolver a piscicultura de forma sustentável e melhorar a comercialização do pescado, o Sebrae está desenvolvendo o projeto Aquinordeste, que deverá beneficiar 3,4 mil produtores de 180 municípios nordestinos. Na Paraíba, o projeto atingirá 300 aquicultores de 20 cidades, além de duas cooperativas e 15 associações. A aquicultura (criação de animais aquáticos) é a atividade pecuária de maior crescimento nas últimas três décadas no Brasil.

“Apesar da estiagem no Nordeste, a produção aquícola tem apresentado boas perspectivas. Nessa atividade, há uma margem de lucro relevante, o que contribui para o desenvolvimento econômico da região”, ressaltou o analista técnico do Sebrae Paraíba e gestor do Aquinordeste, Jucieux Palmeira. A produção será focada no cultivo de tilápia, tambaqui e ostra.

Ele acrescentou ainda que, para ampliar o conhecimento e conquistar novos avanços no setor, os agentes envolvidos nas cadeias produtivas conhecerão práticas referenciadas no Brasil, entre os dias 22 e 26 de abril, no Paraná. “Realizaremos esta missão técnica, com visitas a centros de pesquisa, produtores, frigoríficos, além da participação em palestras”,  explicou o gestor.

O projeto Aquinordeste iniciou no ano passado e é coordenado pelo Sebrae Paraíba e Sebrae Sergipe e desenvolve ações para fortalecer a cadeia produtiva da aquicultura em todo o Nordeste. “Esse é um projeto regional e estruturante, pelo qual iremos padronizar processos, fazer estudo de mercado, regularizar o licenciamento ambiental, buscar políticas fiscais e tributárias que desenvolvam o setor, entre outras ações”, esclarece Jucieux.

No segundo semestre de 2013, consultores e órgãos envolvidos no projeto realizaram reuniões de trabalho nos estados nordestinos. Em cada estado foi apresentado o passo a passo para o levantamento dos procedimentos e custos de regularização do licenciamento ambiental, outorga de recursos hídricos e cessão de área. Para este ano de 2014, estão previstas, além da missão técnica para o Paraná, uma missão internacional a Israel no mês de agosto, com a participação dos gestores do projeto no Nordeste e parceiros.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^