Saúde

Projeto pede vacina da Covid-19 para cuidadores de pessoas com deficiência

O vereador Marmuthe Cavalcanti (PSL) defendeu a prioridade de vacinação para a Covid-19 a quem auxilia nos cuidados e bem-estar de pessoas com deficiência intelectual. Neste caso, que a imunização seja prioritária também aos genitores, tutores, cuidadores, técnicos de enfermagem e enfermeiros que lidam com esse segmento. O assunto faz parte do Projeto de Lei (PL) 368/2021, de autoria do parlamentar, tema tratado em seu pronunciamento, durante a sessão ordinária remota da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).

“Pessoas com deficiência e entidades de classe também estão conosco nessa luta. Sabemos que a prefeitura está imunizando deficientes, mas ainda não contemplou crianças e adolescentes, público que esperamos entrar também na lista de prioritários para receber a vacina contra a Covid-19, pois apresenta imunidade mais suscetível a qualquer doença ou mal. É uma ajuda a um público que já sofre com tanta dificuldade, discriminação, falta de cuidados e zelo”, comentou Marmuthe Cavalcanti.

Na justificativa de seu PL, o vereador ressaltou que as pessoas com deficiência intelectual possuem alterações imunológicas decorrentes, sobretudo, das dificuldades alimentares e de funções de estruturas orgânicas como o trato respiratório. Já aqueles com Síndrome de Down, têm um estresse oxidativo de seis a oito vezes maior do que a população fora desse grupo, o que também contribui para que eles tenham diminuídas as funções vitais do sistema imunológico em função desse mecanismo.

Hospital Infantil do Valentina

Marmuthe Cavalcanti lembrou de um requerimento de sua autoria solicitando a revitalização das instalações do Hospital Municipal Infantil do Valentina de Figueiredo e cobrou que seja instalada uma máquina de Raio-X que deveria estar funcionando na unidade desde o ano passado.

“Já recebi várias denúncias, já estive lá em visitação. É o único hospital infantil da Capital e está sendo palco de muita confusão, reclamação e desrespeito. Nesta madrugada de terça-feira (13), teria acontecido um problema com início de agressão física lá. O motivo seria porque só haveria um médico no hospital para atender. Precisamos de mais profissionais lá. Sobre a máquina de Raio-X, é um aparato caríssimo, só tem um desse porte em João Pessoa, e precisamos que ele seja instalado para servir à população”, cobrou o parlamentar.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo