Cidades

Secretaria esclarece desabamento de teto em hospital

A Secretaria de Saúde de Campina Grande explica que, diferentemente de informações veiculadas nas redes sociais não houve nenhum desabamento no Complexo Hospitalar Municipal Pedro I. De acordo com a direção da unidade hospitalar, uma parte do forro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do prédio cedeu como resultado de um trabalho de reforma executado na área.

Segundo os técnicos do setor de engenharia da Secretaria de Saúde, como o prédio passa por reformas, a equipe identificou o problema do vazamento e, logo em seguida, iniciou a retirada do forro de PVC para realizar o conserto, momento em que uma pequena parte do forro, e não do teto, cedeu em virtude da infiltração.

O mais importante: nenhuma pessoa se feriu, seja paciente ou profissional de saúde. A UTI abrigava apenas quatro pacientes e, como o problema foi identificado antes, eles foram levados com segurança para outros leitos de UTI no próprio hospital. Na manhã desta segunda-feira, o prefeito Bruno Cunha Lima e o secretário de Saúde, Dr. Gilney Porto, inclusive, visitaram a unidade para acompanhar os servicos.

A perspectiva da equipe de engenharia é de que o reparo seja feito em até dois dias e a UTI volte a funcionar plenamente. O prédio tem quase 100 anos de fundação e passa por sistemáticas melhorias em sua estrutura. O espaço foi completamente equipado este ano, com investimentos em novas macas, respiradores e reformas, para garantir mais conforto e adequação às necessidades da Unidade. O Centro Cirúrgico também passa por reforma e ampliação, assim como o Hospital de Campanha, que receberá uma nova entrada de emergência exclusiva para pacientes com covid-19.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios