DestaquesTransposição

Senador: Transposição é obra emergencial com 100% de recursos garantidos

Diante da seca prolongada no Nordeste e do baixo volume dos açudes paraibanos, particularmente do açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) confirmou que o Governo Federal, a pedido dele e de outros membros da bancada paraibana no Congresso Nacional, transformou a transposição de águas do rio São Francisco em uma obra emergencial no País.

Presidente da Comissão Externa de Acompanhamento das Obras de Transposição e Revitalização do São Francisco, Lira revelou que, recentemente, participou, juntamente com alguns parlamentares da bancada paraibana, de uma audiência no Ministério da Integração Nacional, na qual solicitou rapidez na conclusão da obra, apontada como a redenção do Nordeste.

Para tentar convencer o Ministério da Integração a tornar a obra emergencial, Raimundo Lira mostrou a realidade preocupante da situação hídrica de Campina Grande e citou como exemplo o açude de Boqueirão, que está com menos de 8% de sua total capacidade, que é de 411.686.287 milhões de metros cúbicos de água.

“Procuramos mostrar, principalmente, a situação hídrica de Campina Grande, que é a mais grave da Paraíba, haja vista a quantidade de água que tem na barragem Epitácio Pessoa”, enfatizou o senador. Ele revelou que o Ministério da Integração Nacional analisou todas as possibilidades de evitar o colapso no sistema de abastecimento da Rainha da Borborema e autorizou a transformação da transposição em obra prioritária.

Como defensor da transposição, Lira destacou o esforço da bancada paraibana e disse que o presidente Michel Temer autorizou mais um acréscimo no montante de recursos investidos na obra, que passou a operar com 100% dos recursos disponíveis para o projeto. Antes, o Ministério estava trabalhando com potencial de 70%.

Revitalização – Raimundo Lira também comentou sobre a decisão do Governo Federal de priorizar projeto de sua autoria que garante recursos para a revitalização permanente do rio São Francisco. “O presidente também assumiu a responsabilidade e definiu como obra prioritária a revitalização do rio São Francisco e eu fiquei muito honrado e muito feliz, porque o governo, agora, assumiu esse projeto de minha autoria”.

Lira lembrou que a sua ideia foi apresentada com base num projeto de permanente revitalização do rio Mississipi, nos EUA. “Esse projeto é importante para que, daqui a 15 ou 20 anos, com a transposição, não venhamos ter o dissabor ou a tristeza de ver o rio São Francisco sem potencial e sem condições de atender às necessidades da transposição. Então, o trabalho agora está conjunto: transposição e revitalização”, destacou.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios