EmpregoManchetes

Servidores que trabalham no combate ao coronavírus tem gratificação

O secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, participou de uma videoconferência com representantes dos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho e todos os diretores de unidades hospitalares do município. Na reunião virtual, o secretário informou que concedeu um aumento de 40% nos salários dos profissionais de saúde que estão trabalhando diretamente com pacientes suspeitos ou confirmados de coronavírus.

“É uma forma de valorizar e incentivar esses profissionais que estão na linha de frente salvando vidas”, disse Reul. O Secretário também informou para os representantes do Ministério Público a decisão de que, mesmo que os trabalhadores venham a ser afastados por motivo de Saúde, seus contratos serão mantidos e seus salários serão pagos, inclusive nos casos dos servidores que recebem por regime de plantão.

Além disso, Filipe Reul também informou que deve iniciar a convocação dos profissionais aprovados no processo seletivo do município já a partir da quarta-feira, 22. Ao todo foram classificadas 1.118 pessoas, entre médicos, enfermeiros, técnicos, farmacêuticos, psicólogos, auxiliares de serviços gerais, condutores socorristas, fisioterapeutas, banqueiros, assistentes sociais e recepcionistas.

Outra medida, anunciada pelo secretário, foi a compra de plantões de profissionais que trabalham em Campina Grande e em municípios que têm número alto de infectados pelo coronavírus. “Vamos pagar para que eles fiquem exclusivos para Campina Grande, a fim de evitar que possam ser infectados em outros municípios e trazer o vírus para cá”, explicou.

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios