DestaquesTransposição

Vereadores protocolam denúncia na PGR sobre desvio de águas

O vereador campinense, Lula Cabral (PMB), presidente da Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Convivência e Sustentabilidade com o Semiárido da CMCG, anunciou na manhã desta terça, 08, na Tribuna da Câmara que protocolou o oficio nº 040 na Procuradoria Geral da Republica, através do seu Procurador Geral Rodrigo Janot. No oficio denuncias e o pedido de providencias com relação a Transposição do Rio São Francisco, no seu eixo leste, com as águas que percorrem o Rio Paraíba e que segundo denuncias estariam sendo desviadas prejudicando a sua principal ação que é a chegada ao Açude Epitácio Pessoa, abastecendo uma população estimada em mais de um milhão de pessoas.

– Após recebermos tantas denúncias sobre o barramento das águas e os desvios, constatados agora pelo próprio Ministério da Integração, que denunciou fizemos uma pesquisa “in loco”, com uma visita técnica liderada pelo especialista em recursos hídricos Isnaldo Cândido e com a presença dos vereadores Alvaro Farias e Marcio Melo e constatamos erros que estão diminuindo o volume das águas em sua chegada a Boqueirão, disse Lula Cabral.

O vereador anexou ao oficio um relatório emitido pelo especialista ressaltando que as medições nas réguas limnimétricas apresenta uma drástica queda no ganho de água pelo reservatório, pois antes de obras e desvios de água o manancial chegava a receber entre 4 e 5 centímetros de água por dia e atualmente recebe entre 1 e 2 centímetros, diminuindo a vazão afluente.

No relatório o especialista também alerta para o perigo em liberar prematuramente a água para outros fins como irrigação, pois em passado recente não houve controle pelo órgão fiscalizador. O relatório e o requerimento para providencias e fiscalização também foi protocolado na Cagepa, através da Presidência da Câmara e como resposta a Empresa responsável pelo abastecimento de água na Paraíba informou que a responsabilidade pela fiscalização das águas cabem a ANA – Agencia Nacional das Águas e AESA – Agencia Executiva de gestão das águas.

– Estamos fazendo nossa parte, o oficio encaminhado a Procuradoria Geral da Republica foi assinada pelos 23 vereadores, esta Casa não se furtou em momento algum de debater e buscar soluções para a situação hídrica da Paraíba e principalmente do açude de Boqueirão que abastece Campina Grande e mais 18 municípios iremos cobrar ações efetivas que agora devem ser mais efetivas depois da denuncia do Ministério da Integração sobre desvios de água do Rio Paraíba, concluiu Lula Cabral.
pagina1pb.com.br

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios