AGU vai leiloar 82 bens de fraudadores do INSS

­

A Advocacia-Geral da União realizará, a partir de junho, leilões de 82 bens de fraudadores da Previdência. A quantia arrecadada com a venda das casas, apartamentos, lotes, chácaras e automóveis dos integrantes de quadrilhas, cujo valor total é estimado em R$ 27 milhões, será utilizada para ressarcir os cofres públicos.

Os leilões acontecerão na sede da Escola da AGU no Rio de Janeiro e em outros locais que ainda não foram definidos. Os lances poderão ser feitos presencialmente ou pela internet.

Além de pertences de membros do grupo comandado por Jorgina de Freitas que promoveu fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na década de 1990, também serão vendidos bens de quadrilha especializada no uso de dados e documentos falsos para burlar sistemas da Previdência Social e obter benefícios indevidos. O esquema foi deflagrado em 2008 pela Polícia Federal.

A iniciativa para ressarcir o INSS é do Núcleo de Ações Prioritárias da Coordenação de Cobrança e Recuperação de Créditos (NAP-CCOB) da Procuradoria Regional Federal da 2ª Região (PRF2).

Leilão de automóveis

Em fevereiro, a AGU já havia anunciado um leilão de 75 veículos de empresas acusadas de desviar R$ 12 milhões de duas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Rio Grande do Sul.

O objetivo é impedir a depreciação do valor dos bens enquanto a ação tramita na Justiça e garantir que o valor comercial dos bens possa ser utilizado para ressarcir os cofres públicos caso os envolvidos sejam condenados posteriormente.

Portal Brasil
Advocacia-Geral da União

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^