Daniella Ribeiro cobra ações para minimizar crimes

A deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) fez um apelo em discurso no retorno das atividades na Assembleia Legislativa, para que os bancos cumpram a lei n. 9.541/2011 de sua autoria e adotem os mecanismos de inutilização de cédulas dos caixas eletrônicos. A medida visa coibir os assaltos com explosões em caixas eletrônicos.

“Trata-se inegavelmente de um instrumento eficaz no combate a um tipo de crime que já estava se difundindo no nosso Estado em meados de 2012, quando a lei entrou em vigor. Porém, muito embora a adoção de tais mecanismos seja obrigatória, não há notícias de que as instituições financeiras tenham adotado a solução. Isto fica evidente quando se constata o vertiginoso crescimento deste tipo de crime no nosso Estado”, explicou Daniella.

Durante o discurso, a deputada citou o fato de que tal iniciativa não foi bem recebida pelas instituições financeiras, cujos seguros feitos contra roubos afastam os prejuízos financeiros decorrentes desse tipo de crime, já que, a instalação de tais equipamentos, representa apenas um custo para os bancos. Ao mesmo tempo, os crimes desse tipo só crescem.

“A audácia criminosa é tanta que um dos últimos episódios envolveu um caixa eletrônico localizado a menos de um quilômetro do quartel da Polícia Militar em Campina Grande. Faço aqui um apelo para que os bancos adotem as providências e cumpram a Lei, demonstrando não apenas respeito pelas instituições, mas sobretudo um pouco de responsabilidade social”, afirmou a deputada.

Ainda na tribuna, a deputada cobrou também do poder público, através do Procon, a fiscalização para a aplicabilidade da lei, e caso necessária, as penalidades cabíveis em caso de descumprimento.

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^