Lei pode coibir explosões de caixas eletrônicos na Paraíba

daniella2408Daniella Ribeiro cobra rigor na fiscalização de lei de sua autoria que torna obrigatória a instalação de dispositivos que inutilizem as cédulas em caso de explosão

Dois caixas eletrônicos explodidos em 48 horas. Esse é o saldo das ações de assaltantes nos últimos dois dias em supermercados de Campina Grande. Segundo o Sindicato dos Bancários da Paraíba, somente em 2015, mais de 90 casos já foram registrados no estado, números que levantam duas questões: a falta de segurança e a não aplicação da lei 9.541/2011 de autoria da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), que torna obrigatória a instalação de dispositivos que inutilizem as cédulas nos casos de violação de caixas eletrônicos.

“Essa lei está em vigor desde 2011. Se estivesse sendo cumprida, poderia diminuir muito esses assaltos que colocam em risco vidas de muitos trabalhadores. É necessário que o Procon fiscalize com mais rigor os bancos, para que a lei seja cumprida e possa coibir a ação desses bandidos”, afirmou a deputada.

Entre 2011 e 2014, o Sindicato dos Bancários contabilizou 380 casos entre explosões, assaltos, arrombamentos, saidinhas de banco e tentativas desse tipo de prática. Em 2015 já foram 93 casos registrados. “ A ação policial não tem sido suficiente para coibir esse tipo de crime, por isso a cobrança na aplicabilidade da lei se faz necessária. A população não pode ficar vulnerável diante da falta de segurança”, finalizou Daniella.

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^