Universidade quer mais dinheiro para seus hospitais universitários

O reitor Edilson Amorim e os diretores dos centros de ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) estiveram reunidos com o senador Cássio Cunha Lima. A reunião foi agendada com os parlamentares federais paraibanos com o intuito de discutir a situação orçamentária da UFCG e a contratualização dos hospitais universitários Alcides Cerneiro (HUJB) e Júlio Bandeira (HUJB) com a Empresa Brasileira de serviços Hospitalares (Ebserh).

O reitor fez um relato do momento histórico da UFCG e solicitou ao senador que liderasse uma articulação com os representantes paraibanos na Câmara e no Senado para a liberação de emenda de bancada no valor de R$ 6 milhões destinada à construção de um centro cultural às margens do Açude Velho, em Campina Grande.

Edilson Amorim também solicitou ao senador empenho para que haja ampliação dos recursos destinados à Ebserh, na Lei Orçamentária Anual (LOA 2016), especialmente, para a contratação dos servidores para os hospitais HUAC e HUJB – e a construção do novo hospital universitário, em Cajazeiras.

Cássio Cunha Lima fez uma leitura da conjuntura atual do País, numa reflexão econômica e política, comentando as limitações que o momento impõe e suas expectativas nada favoráveis para o Brasil até o final do próximo ano.

Apontando como inviável uma emenda de bancada, o senador sugeriu que fossem articuladas emendas individuais – em dois momentos, 2016 e 2017 -, o que facilitaria a liberação dos recursos para a construção do centro cultural. Nessa direção, comprometeu-se em dialogar com os senadores Raimundo Lyra e José Maranhão, os deputados campinenses (Pedro Cunha Lima, Veneziano Vital e Rômulo Gouveia) e o deputado Luiz Couto, sempre atento às universidades.

Estava programada a apresentação de demandas pontuais dos centros de ensino, pelos seus diretores. No entanto, ficou definido que será elaborado um documento conjunto com essas pautas, numa perspectiva contínua, que facilite a liberação dos recursos pelos parlamentares nas suas emendas anuais.

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^