Nordeste

33° Salão do Artesanato é lançado

O Governo do Estado, por meio do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), promoveu, nesta sexta-feira (7), em João Pessoa, o lançamento da 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano. O evento, que tem como tema “Toda Arte que Vem do Mar”, vai reunir 400 expositores, de 12 de janeiro a 6 de fevereiro, em uma megaestrutura montada na Orla de Cabo Branco, na Capital. O lançamento foi prestigiado por diversas autoridades e parceiros. 

Nesta edição, artesãs que trabalham com matérias-primas do ambiente marinho, como escamas de peixe e cascalho de marisco, serão as homenageadas, conforme o governador João Azevêdo prometeu. As artesãs são dos municípios de Pitimbu, Cabedelo e João Pessoa. 

O secretário de Estado do Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, que representou o governador João Azevêdo e a primeira-dama do Estado e presidente de Honra do PAP, Ana Maria Lins, disse que a retomada do Salão do Artesanato de forma presencial traz boas expectativas. “A retomada desse Salão de maneira presencial é um sopro de esperança,  cria uma expectativa de que dias melhores virão, fortalecendo cada vez mais a produção artesanal aqui na Paraíba”, disse, elencando as ações do Governo do Estado em outros setores e agradecendo a parceria com a Prefeitura Municipal de João Pessoa. 

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, destacou a importância do Salão no calendário de eventos do Estado. “Cada Salão é esperado com muita expectativa, principalmente depois da pandemia. É um momento do contato entre o artesão e o público, gerando boas vendas e valorização de seu trabalho. Quero parabenizar o governador João Azevêdo e a presidente de Honra do Programa do Artesanato, Ana Maria Lins, pelas ações em prol do segmento e também ao nosso artesão, à nossa artesã, por ter entendido a necessidade das restrições por conta da Covid-19 e por ter acreditado que este momento chegaria”, destacou.

Por sua vez, o coordenador do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Curimataú e Seridó (Procase), Aristeu Chaves, comentou que a realização presencial do 33° Salão representa um momento de felicidade para o segmento. “A pandemia trouxe um momento muito difícil para o artesão e artesã do nosso Estado. Na produção, até ele os artesãos conseguiam. No entanto, a restrição sanitária tornou muito difícil a comercialização. E é por isso que este momento está sendo tão comemorado”, afirmou.

O secretário executivo do Empreender-PB, Fabrício Feitosa, parabenizou as ações do Governo do Estado em prol do artesanato e também os artesãos que participam do Salão. “É um momento de celebração depois de tudo que enfrentamos por conta da pandemia. Parabenizar o governador João Azevêdo pelas ações que adotou a favor do segmento”, comentou. 

Já o secretário executivo de Turismo de João Pessoa, Ferdinando Lucena, disse que, ao mesmo tempo em que fomenta renda, o Salão do Artesanato ajuda na divulgação das riquezas da Capital, fato evidenciado pelo tema desta edição do evento. “A temática desta edição é o mar, e nada mais importante que esta parceria com o Governo do Estado, oferecendo ao artesão a possibilidade de grandes vendas no mês de janeiro”, afirmou.

O diretor financeiro do Sebrae-PB, Neto Franco, falou da importância da parceria com o Governo do Estado. “O Sebrae está de mãos dadas com o Governo do Estado, visando o sucesso desse evento, que começa nesta quarta-feira, dia 12. Esse Salão é um momento ímpar tanto para nós que fazemos o Sebrae quanto para os empreendedores”, observou.

Prestigiaram ainda o lançamento a curadora do Programa do Artesanato Paraibano, Janete Lins; a presidente da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), Naná Garcez; o presidente da Cagepa, Marcos Vinícius, entre outros auxiliares do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal de João Pessoa. 

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios