Polícia prende três acusados de incendiar ônibus

A polícia divulgou a prisão de três acusados de incendiar um ônibus em Campina Grande, na semana passada. O ônibus foi incendiado no dia 27 de julho, no bairro da Ramadinha. Pela manhã, houve uma rebelião no presídio do Serrotão e ainda na mesma manhã o ônibus foi incendiado.

Durante as investigações, a polícia afirmou que ficou clara a participação de Ronaldo Adriano da Cruz Silva, Jandeilson Oliveira e Monalisa da Silva Lima na ação criminosa. A polícia inda procura uma mulher que seria namorada do preso e teria mandado queimar o ônibus. Os envolvidos vão responder por tráfico de drogas, associação criminosa, crime de incêndio e assalto.

No mesmo dia, outros três homens também foram detidos, dois deles menores de idade. Eles tentaram incendiar um ônibus na tarde daquele dia, no bairro de Santa Rosa, mas o motorista decidiu conter o fogo. Pouco tempo depois, eles foram pegos pela polícia. Relembrando, esses ataques aos transportes coletivos começaram em maio, após uma rebelião e morte de um detento no presídio. Na época, três ônibus foram queimados, e a polícia chegou a prender três pessoas, inclusive uma mulher.

A notícia foi divulgada pela TV Paraíba.

Print Friendly, PDF & Email


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^