HOME_______________________________________________

Galdino afirma que não existem provas para impeachment de Dilma

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, Adriano Galdino disse,  durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação  que não existe quaisquer embasamentos jurídicos que comprovem o pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef. “Esse pedido é puramente político”, afirmou.

Adriano Galdino disse que a sua opinião ficou mais fortalecida ainda depois da defesa da presidente Dilma feita pelo advogado geral da União Eduardo Cardozo. “ A presidente não tem, sequer, autoridade para fazer um decreto de pedalada fiscal”, disse o presidente da AL ao deixar claro que defende a presidente Dilma e não os desmandos que ora estão acontecendo no Brasil.

“Sou um defensor intransigente da Constituição Federal e do Estado de Direto e se não existe crime de responsabilidade ou outro fato jurídico a presidente Dilma não deve ser afastada do cargo. Espero que o Brasil respeite a constituição e faça valer o que está na lei”, comentou o deputado ao destacar que no “dia em que for comprovada qualquer irregularidade ele será o primeiro a ficar contra a presidente.

O presidente da Assembleia afirmou que quem define os destino do país é “Avenida Paulista”, ao se referir à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a (FIESP), “que quer, a todo custo, cassar o mandato da presidente Dilma”, completou.

Para Adriano Galdino foi a FIESP que cassou o presidente Fernando Collor e elegeu Fernando Henrique Cardoso “ e eu me preocupo com isso porque eles venceram todas e agora estão determinados a tirarem a presidente do Cargo de qualquer jeito”, alertou Adriano Galdino.

Mesmo com Dilma saindo do cargo, Adriano Galdino disse que a crise política e econômica vai continuar. “Será que o substituto dela terá força, determinação e credibilidade para unir a classe política brasileira e fazer com que esse país volte a crescer economicamente”?, indagou o presidente da AL.
Paraíba.com.br

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^