HOME_______________________________________________

Senador cobra cronograma das obras da Transposição

O senador Cícero Lucena (PSDB-PB) divulgou em Plenário nesta segunda-feira (22) o cronograma definido pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para conclusão das obras de transposição das águas do Rio São Francisco. O senador disse ser importante divulgar o cronograma para que a população tome conhecimento do andamento da obra, mas também para que o governo possa ser cobrado no futuro, caso a previsão não seja cumprida.

Cícero Lucena informou que, na última sexta-feira (19), fez uma visita ao eixo leste da transposição, na companhia do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e dos senadores Vital do Rêgo (PMDB-PB) Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Humberto Costa (PT-PE), além de deputados estaduais da Paraíba e deputados da Subcomissão de Fiscalização da Câmara dos Deputados. O objetivo era verificar o andamento da obra.

O senador disse que a visita serviu para comprovar que ainda há muito a ser feito. A primeira subestação está com a parte civil concluída, mas a instalação elétrica não está executada. Um aqueduto que passa por cima de uma rodovia, que já havia sido licitado, não foi entregue pela empresa que ganhou o processo e terá de ser licitado novamente.

Em outro lote, falta um pedaço de concretagem, uma parte do canal, e as demais subestações. O túnel que entra na Paraíba, perto da cidade de Monteiro, também não está em execução.

Diante da situação, relatou o senador, o ministro Fernando Bezerra estabeleceu alguns cronogramas para a obra. O eixo leste, por exemplo, foi dividido em 16 lotes e três metas.

A primeira, que é até a primeira estação elevatória, já foi concluída pelo Exército. A segunda meta, que vai até o início do túnel, deve ser reduzida e já está com a licitação concluída, devendo receber a ordem de serviço até o final do mês de abril.

Já a terceira meta deve receber a ordem de serviço até julho. O eixo leste irá beneficiar mais de 70 municípios paraibanos.

– Será garantida até o início de 2015 a oportunidade de os 100 primeiros quilômetros, quer sejam do eixo norte, quer sejam do eixo leste, terem a água funcionando com os serviços e o benefício que todos nós dimensionamos como muito importantes – comemorou o senador, acrescentando que o ministro prometeu também uma visita da presidente Dilma Rousseff à obra no início de julho.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja online a situação da Pandemia

^ Ir Para Topo ^